SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Caesb vai abastecer moradores do Gama com água de córrego da região

Com a medida, a empresa espera otimizar a recuperação do nível da Barragem do Descoberto, que até a manhã desta quinta-feira (23) estava em 20,6%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/11/2016 12:47 / atualizado em 24/11/2016 15:10

Moradores do Gama serão abastecidos com água captada no Córrego Crispim. A medida da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) vai atingir 15 mil moradores da região administrativa, e visa reduzir o consumo na Barragem do Descoberto. Com a estratégia, a empresa espera otimizar a recuperação do nível do reservatório, que até a manhã desta quinta-feira (23) estava em 20,6% e, ao menos reduzir os efeitos da crise hídrica na região.

Leia mais notícia em Cidades

A Companhia reativou 3km de redes e construiu mais outros 180 metros com encanamentos de 300 mm de diâmetro para captar um total de 40 litros por segundo. A água passa por um tratamento simplificado e depois é encaminhada para o reservatório do Gama, de onde é distribuída para a população. Segundo o superintendente de produção de água da Caesb, Diogo Gebrim, “a água dessa região é considerada de ótima qualidade, pois é captada junto às nascentes em uma área ainda bastante preservada”.

Outra medida que está ajudando na recuperação do nível dos reservatórios é a economia de água. Segundo dados da Caesb, nos meses de agosto, setembro e outubro de 2016, na comparação com 2015, houve redução de 9,2% no consumo do bem. Nesses três meses de 2016, foram consumidos 45.509.072 metros cúbicos de água em todo o DF. No mesmo período do ano passado, o consumo total foi de 50.134.569 metros cúbicos.

Também houve queda significativa na vazão de captação de água na Barragem do Descoberto. Com isso, a companhia passou a captar menos água bruta para ser tratada e distribuída à população. Nos meses de setembro e outubro deste ano, a Caesb captava 5,1 mil litros por segundo para abastecer o DF. Neste mês de novembro, foram 4,4 mil litros por segundo, o que representa redução da ordem de 13,7%.

Com informações da Agência Brasília.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Vaneide
Vaneide - 24 de Novembro às 21:23
Eu meus irmãos e vizinhanças já tomamos muito banho nesse córrego crispim, Saudades.

publicidade