Sábado de carnaval tem acidentes desde a madrugada e pelo menos 11 mortes

O acidente mais grave matou 9 pessoas, após a colisão de dois carros, na BR-020. Outros dois motociclistas também morreram em acidentes distintos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/02/2017 16:20 / atualizado em 25/02/2017 16:58

No primeiro dia oficial de carnaval no DF, os acidentes de trânsito começaram ainda durante a madrugada, com uma colisão que vitimou nove pessoas, entre elas, duas crianças. Outra ocorrência, envolvendo um motociclista e um carro também vitimou um jovem de 21 anos, Ilhansmar de Lucena. Segundo a Polícia Civil, o motorista Carlos Henrique Callijurio estava embriagado. O balanço oficial de acidentes de trânsito deste sábado (25/2) será divulgado no fim da tarde. 
 

O mais grave foi a colisão entre os dois carros, um do DF e outro da Bahia, na BR-020, perto de Alvorada do Norte (GO). Com impacto da batida, o veículo do DF pegou fogo e quatro ocupantes morreram carbonizados. O outro carro envolvido tem placa da Bahia e era ocupado por cinco pessoas. Quatro morreram no local e uma pessoa chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital de Alvorada, mas não resistiu. 
 
Divulgação/CBMDF

 
A corporação atendeu ainda dois acidentes que vitimaram motociclistas. No primeiro, ainda na madrugada, Ilhansmar de Lucena, 21 anos, morreu no local, após a moto ser atingida por um carro conduzido por um motorista com sinais de embriaguez. O acidente ocorreu na DF-345, próximo à cidade de São Gabriel de Goiás (GO). O motorista, Carlos Henrique Callijurio, 39, não sofreu nenhum ferimento e foi indiciado por homicídio doloso. Ele está detido na 31ª DP (Planaltina). 
 
Divulgação/CBMDF
 

Em Taguatinga, no início da tarde, uma moto se chocou com um caminhão, na via paralela ao Pistão Norte, ao lado do Taguaparque. A motocicleta, conduzida por Anderson de Jesus Souza, de 29 anos, colidiu com o caminhão dirigido por Erinaldo Cordeiro de Farias, 52 anos. Anderson se feriu gravemente e entrou em parada cardiorrespiratória e morreu no local. 

Próximo ao Autódromo de Brasília, outro veículo capotou. Não há informações do que causou o acidente ou de vítimas. O carro estava abandonado e o Corpo de Bombeiros não tem registro da ocorrência.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.