SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Começa julgamento do empresário Nenê Constantino

Nenê Constantino é acusado de matar o líder comunitário Márco Leonardo de Sousa Brito

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/03/2017 10:46 / atualizado em 20/03/2017 15:40

Iano Andrade/CB/D.A Press - 17/7/2007
 
O julgamento do empresário Constantino de Oliveira, o Nenê Constantino, começou por volta de 10h28 desta segunda-feira  (20/3), autoridades estão lendo o pregão e o júri ainda não foi sorteado. O processo corre em segredo de justiça e há um pedido de quebra a ser analisado.  
 
 
Nenê Constantino chegou ao Fórum de Taguatinga por volta de 8h30. Ele e outros quatro acusados ficaram em salas separadas enquanto aguardavam o início do julgamento. O grupo responde por homicídio qualificado e oferecimento de vantagem para testemunhas. 
 
O empresário do ramo de aviação responde pelo assassinato de Márcio Leonardo de Sousa Brito. Ele era líder comunitário e foi morto a tiros em 12 de outubro de 2001. Ele morava em uma propriedade da antiga Viação Pioneira, empresa de Ônibus também pertencente a Constantino. 
 
O advogado do empresário, Pier Paolo Bottini, defendeu a importância do julgamento, “pois será a oportunidade de Nenê Constantino esclarecer os fatos e mostrar a sua inocência”. Segundo Bottini, o acusado não está preso, apenas impedido de sair de São Paulo.   
 
Até o momento, a imprensa não foi autorizada a entrar para acompanhar o julgamento.  
 
Inocentado em outra ação  
 
Nenê Constantino já foi julgado e absolvido em outra ação, que tratava da tentativa de homicídio de seu ex-genro, Eduardo Queiroz Alves. Ele foi inocentado em 16 de agosto de 2015, depois de ser julgado pelo Tribunal do Júri de Brasília. 
 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.