Via-Sacra em Planaltina termina com quatro incêndios e 38 ocorrências

Quatro pessoas tiveram de ser hospitalizadas. Mais de 55 mil espectadores acompanharam a encenação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/04/2017 21:22 / atualizado em 14/04/2017 21:37

Ed Alves/CB/ DA Press
 
A encenação da Via-Sacra no Morro da Capelinha, em Planaltina, terminou com 38 ocorrências registradas pelo Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF). A corporação teve de intervir em três incêndios florestais causados por fogos de artifícios. Não houve feridos. Porém, uma situação inusitada assustou os fiéis. Um carrinho de pipoca pegou fogo. Algumas pessoas que estavam próximas ao local correram, o que causou tumulto. Ao todo, 55 mil pessoas acompanharam a encenação
 
 
Quatro pessoas tiveram de ser hospitalizadas por transtornos como desmaios, alteração de pressão arterial e quedas. A Secretaria de Saúde do DF não divulgou o quadro clínico dos pacientes nem para quais unidades elas foram levadas. 

Patrimônio cultural 

Em 1987, a Via-Sacra de Planaltina entrou para o Calendário Geral de Eventos do DF e, em 2008, recebeu do governo local o título de bem cultural. É o ápice de uma bateria de apresentações organizadas na cidade, localizada a 43km de Brasília, para celebrar a Semana Santa. Desde 1973, a encenação é realizada no Morro da Capelinha. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.