SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Começa a campanha de vacinação contra a gripe no Distrito Federal

Até sexta-feira (20/4) serão vacinados trabalhadores da área de saúde e, a partir de segunda-feira (24), começam a ser atendidos os demais grupos prioritários

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/04/2017 17:30 / atualizado em 17/04/2017 18:14

Gabriel Jabur/Agência Brasília
 
A campanha de vacinação contra gripe no Distrito Federal teve início nesta segunda-feira (17/4). Até sexta-feira (20) serão vacinados trabalhadores da área de saúde e, a partir da próxima segunda-feira (24), começam a ser atendidos os demais grupos prioritários. O estoque ficará disponível até 26 de maio.


Terão direito a vacinação contra gripe pela rede pública de saúde crianças de 6 meses a 5 anos incompletos, detentos, gestantes, idosos, indígenas, jovens do sistema socioeducativo, pessoas com doenças crônicas, professores e mulheres cujo parto tenha ocorrido até 45 dias antes da vacina. Os idosos que durante a campanha estiverem sem condições físicas de se deslocar até os postos de vacinação podem agendar a vacina em domicílio pelo Disque-Saúde - 160.

O secretário de Saúde, Humberto Fonseca, explica que os professores foram incluídos na campanha deste ano por terem contato direto com crianças e, por isso, tem o risco maior de serem contaminados e contaminarem outras crianças. Com relação à primeira semana de vacinação ser voltada apenas aos agentes de saúde, Fonseca justifica que eles já se encontram nas unidades e que é uma forma de evitar riscos para os pacientes nos dias de vacinação.
  
A campanha abrange 687.155 pessoas no Distrito Federal e tem o objetivo de vacinar pelo menos 90% de cada categoria. A vacina protege contra três subtipos do vírus influenza que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da Organização Mundial de Saúde (OMS). São dois do tipo A – H1N1 e H3N2 – e o influenza B. A imunização ficará disponível em 130 dos 180 postos de saúde de Brasília, de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Em 13 de maio, Dia D, além dos postos, haverá 20 unidades móveis à disposição para a vacinação. De acordo com a subsecretária de Vigilância em Saúde, Gessyane Vale Paulino, 30% da população foi vacinada no Dia D em 2016. “O estoque vem em partes para não faltar”, disse. Até o momento, o DF conta com 188 mil doses da vacina.

Com informações da Agência Brasília
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.