SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Morto a tiros em festa, rapper Robson RBS será enterrado nesta terça

O músico foi atingido por seis tiros durante um evento de hip hop, em Brazlândia, no último domingo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/04/2017 13:17 / atualizado em 18/04/2017 16:27

 

 

O rapper Robson Pereira de Souza Machado, de 30 anos, morto no último domingo (16/4) a tiros em um evento de hip hop, será enterrado às 17h desta terça-feira (18/4), no Cemitério de Brazlândia. Robson RBS, como era conhecido, foi atingido por seis disparos quando estava ao lado do palco, esperando a vez de se apresentar. O músico deixou a mulher e uma filha de 9 anos.  

 

Leia mais notícias em Cidades 

 

Segundo a Polícia Civil, Robson Pereira chegou a ser levado para o Hospital Regional de Brazlândia, mas não resistiu aos ferimentos. Do total dos tiros, três foram frontais e outros três no lado do corpo. Um vídeo gravado por moradores que acompanhavam o evento musical foi divulgado nas redes sociais com a cena do crime. As imagens mostram o momento exato dos disparos e a reação do público, que ficou em pânico. 

 

O tio de Robson prestou depoimento na 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia) e disse que o sobrinho não tinha envolvimento com drogas ou com pessoas suspeitas, nem inimigos. Segundo testemunhas, o autor do crime estava encapuzado e deu 10 tiros em direção ao rapper.

 

A Polícia Civil informou que a equipe não encontrou sinais de sangue no local. Por isso, a perícia não foi solicitada. Entretanto, foi encontrado um projétil deflagrado aparentando ser de pistola .380mm. Imagens de câmeras de segurança do local foram solicitadas para dar continuidade à investigação. A delegada responsável pelo caso é Ingrid Lúcia Rosário.

 

Mobilização nas redes sociais  

No Facebook, amigos lamentaram a morte do rapper. "O movimento do hip hop de Brazlândia nunca foi tão forte que nem estava agora, com seus projetos e ideias muito boas. Você sempre pensava em todos. Descanse em paz", afirmou um deles. "Vai fazer muita falta nos palcos", escreveu outro.

 

O rapper Hudson Gonçalves, que já gravou uma música com Robson e dividia com eles alguns projetos musicais,  falou da presença marcante do artista. "Ele era muito querido pelo público, tinha um carisma enorme. Em Brazlândia, era muito conhecido e, quando íamos tocar fora, as pessoas faziam fila para abraçá-lo", lembrou, emocionado.

 

Influente no cenário do rap na cidade, Robson e Hudson tinham dois projetos musicais e sociais: o Rapper de Braz, que tem como objetivo promover e unir os rappers locais; e o programa Plow!, que divulga entrevistas com músicos de Brazlândia e de cidades vizinhas. O vídeo mais recente do canal foi, inclusive, com Robson.

 

O último post de Robson RBS na rede social foi na manhã do dia da festa. Ele agradecia ao público que compareceu ao evento do movimento rapper de Brazlândia e dizia estar feliz com o crescimento do rap na cidade.

 

 

* Estagiário sob supervisão de Humberto Rezende

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.