Número de motoristas autuados por dirigirem com CNH suspensa aumenta 60%

Dado inclui ainda condutores com o documento cassado. Detran-DF estima que 1,5 mil condutores nessa situação transitam pelas vias da capital

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/04/2017 06:05 / atualizado em 18/04/2017 22:57

Minervino Junior/CB/D.A Press
 

O número de motoristas autuados por dirigirem com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) cassada ou suspensa aumentou 60% em relação ao ano passado, segundo informações do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran). Nos quatro primeiros meses de 2017, 283 condutores foram notificados. No mesmo período em 2016, foram constatadas 111 infrações.

 

Leia mais notícias em Cidades

 

A Diretoria de Policiamento e Fiscalização de Trânsito (Dirpol) estima que ao menos 1,5 mil condutores que têm a habilitação suspensa ou cassada transitam nas vias da capital. Para fiscalizar esse tipo de infração, iniciou a operação Pontos para a Vida. Na primeira semana da ação, oito condutores foram autuados, sendo sete suspensos e um cassado. Juntos, eles somam 886 pontos relativos a infrações de trânsito cometidas depois de terem a habilitação para dirigir suspensa.

 

O foco da operação é autuar esses motoristas que persistem em cometer essas infrações. De acordo com o Detran, a ideia é produzir um placar a favor da paz no trânsito, ou seja, a partir dos pontos registrados na CNH desses infratores, será gerado o Placar Pontos para a Vida, que demonstrará a importância de se retirar das vias os motoristas que põem em risco a segurança dos pedestres e demais condutores.

 

Multa

A penalidade para quem insiste em dirigir em condição irregular é multa de R$ 880,41 e retenção do veículo. O condutor suspenso que insiste em infrações responde ao processo de cassação da habilitação. Nesse caso, só poderá conduzir veículo após dois anos, além de ser obrigatório realizar todo o processo de habilitação novamente. O Código de Trânsito Brasileiro prevê, ainda, que a violação da suspensão ou da cassação configura crime de trânsito.

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
João
João - 19 de Abril às 11:05
E eles estão cagando e andando pra isso!!!