Polícia Civil lança plataforma para registro de denúncias on-line

De acordo com a corporação, a plataforma vai contribuir para que a polícia mapeie as denúncias com maior incidência de registro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/04/2017 16:05 / atualizado em 21/04/2017 17:57

Reprodução
 
A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) lançou nesta sexta-feira (21/4) uma nova plataforma que possibilitará a notificação ou o envio de informações sobre crimes por meio da internet. A data de lançamento do 197 Denúncia Online foi escolhida para coincidir com o aniversário de Brasília e o dia do policial civil.
 
  
De acordo com a corporação, a plataforma vai contribuir para que a polícia mapeie as denúncias com maior incidência de registro. No site, é possível fornecer informações sobre foragidos da Justiça, crimes que já ocorreram ou que ainda estão sendo planejados.
 
A polícia pede que, para facilitar as investigações, o denunciante informe o maior número de dados possível, tais como: endereço completo e ponto de referência de onde o crime ocorreu, nomes, apelidos, características físicas e placa de veículos dos denunciados. O envio de mídias, como vídeos e fotos, também contribui para o trabalho da corporação. Para que a população possa comunicar as ocorrências com maior facilidade, o site oferecerá um guia de perguntas.
 
Ainda conforme a PCDF, o objetivo da ação é otimizar a interação com a sociedade. Para acessar o 197 Denúncia Online clique aqui. Vale ressaltar que as denúncias são sempre sigilosas. Além da nova plataforma, as denúncias para a Polícia Civil também podem ser feitas por meio do telefone 197 (opção 0), pelo email denuncia197@pcdf.gov.br e pelo WhatsApp (61) 98626-1197.


Como denunciar

Depois de acessar o site http://www.pcdf.df.gov.br/servicos/197, é necessário escolher o tipo de crime que será denunciado (homicídio, tráfico de drogas, furto/roubo, violência contra mulher, violência contra criança e adolescente, violência contra idoso, maus-tratos aos animais, procurados ou outros).

Na sequência, é necessário informar o local onde o crime ocorreu (ao menos a cidade e a Unidade da Federação) e preencher um histórico da ocorrência. O guia de perguntas — posicionado na direita da tela — serve para auxiliar nesta parte. Nele, estão questionamentos como "onde e quando aconteceu a ocorrência" e "como o crime foi cometido" que deverão ser respondidos no quadro destinado ao histórico do registro. 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.