Começa construção do sistema de captação de água do Lago Paranoá

A estação de tratamento de água pretende diminuir a demanda do Sistema Produtor do Descoberto

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/05/2017 18:16 / atualizado em 18/05/2017 18:16

Tony Winston/Agência Brasília
 
A área verde no Setor de Mansões do Lago Norte está ocupada por máquinas e operários. Começou a primeira etapa para construção da estação de tratamento de água no Lago Paranoá, quando será feita a terraplanagem para montar o canteiro de obras para captação emergencial de água.

A empresa vencedora da licitação, Enfil S.A Controle Ambiental, levará parte da estação já construída para ser instalada no Lago Norte. Por isso, não há sinais da estrutura na área. Obra, orçada em R$ 42 milhões, 15% abaixo do inicialmente estimado,  permitirá a captação de 700 litros de água por segundo.

De acordo com o presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), Maurício Luduvice, a conclusão da obra está prevista para setembro. “No pico, teremos 200 trabalhadores. Cerca de 90% deles são do DF. Ou seja, haverá criação de emprego e de renda”, argumentou. 

A estrutura ficará na ML4, no Setor de Mansões do Lago Norte, e a água será captada no braço do Torto, no Lago Paranoá. Depois de tratada, a água vai para dois reservatórios - um no Lago Norte e o outro no Paranoá - e, por fim, abastecerá a Asa Norte, o Itapoã, o Lago Norte, o Paranoá, parte de Sobradinho II e de Taquari. No momento, o fornecimento para as regiões mencionadas é feito pelo Sistema Santa Maria-Torto.
 
Com informações da Agência Brasília  
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.