Brasileiros podem enviar cartas ao Papa Francisco. E elas serão respondidas

Em 29 de junho, é comemorado o Dia do Papa, e por isso fiéis poderão oferecer felicitações ao pontífice

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/06/2017 18:38 / atualizado em 13/06/2017 18:44

Ed Alves/CB/D.A Press

 

Em 29 de junho é comemorado o Dia do Papa, data em que o trabalho do pontífice é celebrado pelos católicos. É comum que religiosos de todo mundo ofereçam presentes e felicitações para o líder da Igreja Católica. O que muitos não sabem, no entanto, é que qualquer um pode enviar uma mensagem diretamente para os religiosos. 

Para ajudar os fiéis, os Correios divulgaram, nesta terça-feira (13/6), o endereço do Papa Francisco. Como não há endereço de e-mail público para enviar mensagens ao argentino, o único meio disponível é por carta. O envio de correspondência é para:

"Sua Santitá Francesco,
00120 Città del Vaticano".


Conforme informou a empresa, que tanto envia as mensagens, como retorna com as respostas do Vaticano, toda correspondência enviada recebe uma devolutiva do pontífice. Infelizmente, não é o próprio Francisco que lê e responde as cartas, mas um escritório formado por quatro pessoas é responsável por coordenar as encomendas e cartas recebidas e responder aos seguidores da Igreja Católica.

 

Leia mais notícias em Mundo

 

"Todas as cartas recebem resposta na mesma língua em que foram escritas originalmente", informou uma nota oficial dos Correios. O preço para envio depende do tipo de serviço que é requisitado.

Dia do Papa

O Dia do Papa é celebrado em referência a São Pedro, considerado o primeiro Papa da igreja, que morreu em 29 de junho de 64 d.C. São Pedro é considerado como um dos maiores apóstolos responsáveis por difundir a fé cristã. Ele viajou por diversas regiões do mundo pregando o evangelho, até se estabelecer em Roma onde iniciou a consagração de bispos e sacerdotes, para que eles pudessem levar a sua crença ao redor do mundo.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.