Campus Party Brasília começa hoje com mais de 250 horas de atividades

A expectativa é de que 50 mil pessoas passem pela Campus Party em Brasília. O evento acontece de hoje até domingo (18/6) no Centro de Convenções Ulysses Guimarães

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/06/2017 12:31 / atualizado em 14/06/2017 15:31



A primeira edição brasiliense da Campus Party, maior evento de tecnologia e inovação do mundo, começa nesta quarta-feira (14/6) e segue até o domingo com mais de 250 horas de programação previstas. São esperados cerca de 50 mil visitantes nos cinco dias de evento. A cerimônia de abertura oficial começa às 20h, mas o espaço do Centro de Convenções Ulysses Guimarães está tomado desde a manhã pelos campuseiros acampados no local. 

Os ingressos para a área restrita do megaevento se esgotaram ainda em maio, mas quem não conseguiu comprar os tíquetes ainda pode ter acesso a dezenas de atrações na área gratuita, aberta ao público a partir da quinta-feira (15/6). A etapa Brasília do Campeonato Brasileiro de Drones, uma competição de robôs e palestras com youtubers estão entre os destaques da área open (veja programação abaixo). 

Para o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, a Campus Party vai fortalecer o ambiente local de inovação e tecnologia e deixar um legado para a cidade. "Este evento tem a cara de Brasília, uma cidade inovadora, empreendedora. Queremos buscar soluções por meio da tecnologia e da criatividade para que tenhamos melhores serviços públicos para a população", destacou o governador durante uma visita guiada aos estandes da Campus Party, na manhã desta quarta-feira. 



Durante o evento, o GDF vai convidar jovens estudantes para buscar soluções tecnológicas para as áreas de segurança, mobilidade urbana e educação. "Temos a pretensão de criar um tipo de ativismo, convidar pessoas criativas, que  através da tecnologia, criem aplicativos que melhorem a vida das pessoas", explicou Rollemberg.

Especialistas nacionais e internacionais de temas como ciência, tecnologia, internet, empreendedorismo e arte multimídia se apresentarão em cinco palcos montados no espaço, comandando atividades que manterão a feira ativa por praticamente 24 horas por dia. "Estamos muito felizes em trazer a Campus Party para Brasília, que é uma cidade jovem e carente de eventos que discutam inovação e empreendedorismo", disse Tonico Novaes, diretor-geral da Campus Party Brasil. 

Expectativa

Ao meio-dia, foi dado acesso à arena, espaço que abriga o palco principal do evento e onde os campuseiros podem instalar equipamentos de informática. O engenheiro de software Filipe Borges, 26 anos, acabou de se formar e vai ter a sua primeira experiência em um megaevento de tecologia. Brasiliense morador do Guará, ele não precisava acampar no evento, mas escolheu a modalidade camping na expectativa de viver ao máximo a Campus Party Brasília. "A Campus vai agregar bastante conhecimento e abrir meus horizzontes, além disso, vou poder trocar experiências com outros profissionais de tecnologia. A expectativa está bem alta", contou.
 
Essa também é a primeira Campus Party do estudante de sistemas de informação Andrei Ferreira, 20 anos, de Unaí (MG). O mineiro viajou três horas até Brasília e foi um dos primeiros campuseiros a se credenciar para o evento. Animado, ele conta que espera com ansiedade a palestra de Matthew F. Reyes, consultor estabelecido no Vale do Silício que já trabalhou como analista estratégico para o escritório do chefe de tecnologia da Nasa. "Espero dessa Campus Party muita diversão e conhecimento. Além do Mattew, quero ver também os influenciadores digitais."
  

A Campus Party


A experiência da Campus Party surgiu em 1997 na Espanha. Desde então, já percorreu países como Alemanha, Colômbia, Equador, El Salvador, Inglaterra e México. Chegou ao Brasil em 2008 e já teve edições em São Paulo (SP), no Recife (PE) e em Belo Horizonte (MG). Para 2017, além de Brasília, estão previstos eventos em Salvador (BA), em agosto, e em Pato Branco (PR), em outubro.


Confira os destaques da programação da Área Open


Etapa Brasília do Campeonato Brasileiro de Drones 
A competição contará com a presença de pilotos profissionais. Nos intervalos, os visitantes que tiverem alguma noção de pilotagem de drones poderão testar as habilidades. Haverá ainda um workshop de montagem de minidrone no dia 15, às 15h30, e uma palestra sobre o cenário dos drones no Brasil, com a participação de pilotos e representantes do Departamento de Controle do Espaço Aéreo, no dia 16, às 15 horas.

Hockey party de robôs
A disputa entre robôs em um torneio de hóquei terá oito times com três jogadores cada um.

Simuladores
A área de simuladores da Open Campus contará com vários modelos, alguns com realidade virtual. Entre os destaques estão simuladores de helicóptero, carro de corrida (cockpits), asa delta, carrinho de rolimã e drone.

Incentivo ao empreendedorismo
Integrado à Open Campus, o programa de incentivo ao empreendedorismo da Campus Party é uma oportunidade para conhecer as ideias e tecnologias que podem em breve fazer parte do dia a dia. Além isso, o público poderá acompanhar palestras sobre empreendedorismo em um palco temático. Nos dias 15 e 16, das 10 às 21 horas.

Campus Future
Mostra de projetos acadêmicos desenvolvidos nas salas de aula por alunos de graduação, recém-formados e em centro de pesquisas de todo o Brasil. De forma interativa, os visitantes poderão se divertir com as “engenhocas” e experimentar os protótipos criados pelos estudantes. No dia 17, das 10 às 18 horas.

Campus Fórum
Ao longo do dia 15, o Fórum de Cidades Inteligentes e Humanas terá painéis diversos com representantes das três esferas do governo (federal, estadual ou distrital e municipal), mais especialistas e autoridades no assunto.

Expositores
Haverá lançamento e demonstração de produtos, além de entrega de brindes, graças a parceiros e patrocinadores da Campus Party 2017. Um dos destaques será a réplica do carro do filme De Volta para o Futuro, no dia 17.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Raimundo
Raimundo - 15 de Junho às 08:37
Nem adianta. As inovações de tecnologia de Brasília vem toda do Paraguai, inclusive, temos a feira do Paraguai/China. O evento em Brasília poderia ser chamado de "Paraguai/China Party".