Operação Corpus Christi da PRF autuou mais de mil pessoas no trânsito

A equipe também contabilizou 34 acidentes - 12 a mais do que no mesmo período do ano passado. Desses, nove são considerados graves, e houve uma morte

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/06/2017 10:53

Na Operação Corpus Christi deste ano, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) autuou mais de mil pessoas no trânsito, no DF e no Entorno. A equipe também contabilizou 34 acidentes - 12 a mais do que no mesmo período do ano passado. Desses, nove são considerados graves, e houve uma morte. Em 2016, foram registrados sete ocorrências graves, e duas mortes no trânsito. 
 
 
A operação foi de quarta-feira (14/6) até domingo (18/6). A blitz da PRF pegou dois condutores por dirigirem embriagados, 48 por estarem sem o cinto de segurança, e 10 por não estarem portando cadeirinha para bebês e crianças. No radar, foram 2.144 apenas no trecho de Anápolis para Brasília. E 16 pessoas chegaram a ser detidas pelos mais diversos motivos.  Ao todo, foram 1.088 autuações. 
 
No ano passado, 480 condutores foram autuados. Sendo que 26 foram por alcoolemia, 19 pelo cinto de segurança e sete por não portarem caderinha. A corporação indicou que nove pessoas foram detidas na época. 
 
 

Acidentes graves

Apesar da PRF contar uma morte no trânsito durante o feriado, o Correio divulgou que duas pessoas morreram em acidentes nas vias do DF, entre a noite deste sábado (17/6) e a madrugada deste domingo (18/6). De acordo com o Corpo de Bombeiros, ao menos cinco pessoas ficaram feridas nas ocorrências. Na BR-020, entre Sobradinho e Planaltina, um motociclista de 28 anos não resistiu ao impacto de uma colisão com um carro de passeio. Na DF-230, em Planaltina, um homem de 27 anos, morreu após bater o veículo na proteção de uma ponte. 
 

O acidente na BR-020 foi registrado por volta das 23h de sábado. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, um Nissan Versa bateu em uma motocicleta Honda. Na moto havia duas pessoas. Um deles, um homem, de 23 anos, foi resgatado em estado grave e levado para o Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF). O outro, identificado como Michael Jackson Oliveira da Silva, 28 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O condutor do carro não sofreu ferimentos.

Por volta das 3h30, na DF-230, próximo ao Morro da Capelinha, o Corpo de Bombeiros também foi acionado para outro acidente. Na ocasião, o condutor de um Onix da cor branca, perdeu o controle da direção e colidiu o veículo com a mureta de proteção da ponte sobre o corrégo Fumal. Marcelo Abadia dos Santos Neto, 27, morreu na hora. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.