14ª edição do Brasília Moto Week começa no próximo dia 21

Evento na Granja do Torto espera reunir 750 mil motociclistas e admiradores, movidos pela paixão em comum

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/07/2017 06:00 / atualizado em 13/07/2017 17:29

Minervino Junior/CB/D.A Press - 30/7/16

Para alguns motociclistas, é difícil explicar o motivo da paixão pelas motos. A liberdade proporcionada pelo veículo em duas rodas é um sentimento compartilhado entre os “irmãos” — maneira como se referem uns aos outros. Tem gente que faz longas amizades por conta da afinidade. Para outros, a moto é quase como um divã. É para mostrar essa admiração que Brasília receberá, na Granja do Torto, o Brasília Capital Moto Week, de 21 a 30 de julho.
 
 
Essa é a 14ª edição do evento, que cresce a cada ano. Ao longo de 10 dias, a cidade ficará tomada pelos sons de motores dos mais variados modelos de motocicletas. A Granja do Torto se torna pequena para tantas motos: somente no ano passado, circularam 230 mil no encontro.
 
Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press
 
 
“Nesses dias, a Granja do Torto se transforma em uma grande cidade. É bom interagir com os motociclistas de todos os cantos do país. É um evento totalmente familiar, e o que se vê de bom é o espírito positivo do motoclubismo”, relata o autônomo Eduardo Faad, 49 anos. Ele é presidente do Calvaria Moto Clube, atualmente com 14 integrantes. A mãe dele costumava contar que, desde criança, Faad adorava motocicletas. Com 16 anos, adquiriu o primeiro veículo sobre duas rodas. De lá pra cá, não parou mais. Ele até tem um carro de passeio, mas fica parado na garagem do prédio. “Só uso em caso de emergência. Pode estar frio, chovendo, ventando, o que for, que vou preferir andar de moto”, relata. “Significa liberdade, realização, alegria e companheirismo”, completa.

Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press

Solidariedade

Em outubro passado, o servidor público Fernando Luís Brito, 52 anos, foi surpreendido com um diagnóstico de linfoma — tipo de câncer que tem origem no sistema linfático. Pouco antes, planejava uma viagem pelo país para alertar motoristas sobre os perigos da falta de atenção no trânsito. Ao descobrir a doença, os planos precisaram ser interrompidos e a motocicleta, batizada de Thelma, foi fundamental para a recuperação. A cirurgia ocorreu no mês seguinte e, em janeiro deste ano, cinco dias antes de ser internado para começar o tratamento de rádio e quimioterapia, prometeu percorrer mais de 1,6 mil km em 24 horas. E cumpriu. Saiu de Brasília e foi até a cidade de Leme (SP).

“Era importante eu ter um preparo emocional para enfrentar o tratamento, que é uma verdadeira maratona. Antes de fazer esse percurso, pensei que, se eu conseguisse, teria forças para tratar a doença. Eu consegui, e isso me deu tranquilidade para o começo”, lembra. Fernando participa do Brasília Moto Capital Week desde a primeira edição, no Cine Drive-In. “É um evento esperado com muita expectativa. É uma oportunidade de trocar experiências e conhecer pessoas de todo o país. É uma verdadeira confraternização”, diz. Neste ano, ele aproveitará para divulgar o Hog Ride For Life. A intenção é circular estados do Sudeste e do Centro-Oeste durante 20 dias, divulgando a importância do tratamento de câncer. Além disso, serão arrecadados fundos para o Hospital do Câncer de Barretos. “É uma campanha de sensibilização, pensando no trabalho bonito que é realizado por lá”, comenta Fernando.

Expectativas

O Brasília Moto Capital Week é o maior encontro de motociclistas da América Latina e o terceiro do mundo, atrás apenas de Daytona e Sturgis, ambos nos Estados Unidos. Para este ano, os organizadores esperam quase 750 mil pessoas no Parque de Exposições da Granja do Torto, entre elas, motociclistas de países como Cazaquistão, Irlanda, França, Itália, Portugal, Argentina, Paraguai, entre outros. O evento deve gerar 7 mil empregos diretos e indiretos e movimentar mais de R$ 52 milhões.

“Nossa meta não é ser o maior evento do mundo, mas, sim, manter a qualidade desenvolvida ao longo dos anos. Pensamos sempre em um evento família, em que todos, motociclistas, famílias e admiradores, possam participar. A expectativa é de que, ao longo dos 10 dias, Brasília se transforme na capital da moto”, destacou Marco Antônio Portinho, um dos organizadores. Estão programadas mais de 40 atrações musicais, incluindo nomes nacionais do rock e também artistas locais.

Haverá também o espaço Moto Kids, onde os pequenos poderão se divertir em espaço especialmente preparado para eles, além de Globo da Morte, luta livre e luta medieval. As mulheres terão espaço reservado no Lady Bikers, ambiente que contará com salão, área de massagens, entre outras atividades.

Para ajudar

Entre 4 e 22 de agosto, Fernando percorrerá 9 mil km, visitando 19 concessionárias autorizadas da Harley Davidson, no Sudeste, no Sul e no Centro-Oeste do país. A intenção é arrecadar fundos para a manutenção da casa de apoio a crianças e adolescente no Hospital do Câncer de Barretos. Quem doar será contemplado com brindes, como adesivos e camisetas. As doações poderão ser feitas nas lojas da Harley Davidson, mediante depósito na conta bancária da instituição hospitalar (Banco do Brasil / Agência 3371-5/ Conta-corrente 10.000-5). Informações pelo e-mail hog.rfl@gmail.com. 
 

Programação

Brasília Capital Moto Week
Entrada: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia)

Shows

21/7: Paralamas do Sucesso

22/7: Blitz

23/7: Detrito Federal

24/7: Camisa de Vênus

28/7: Jota Quest

29/7: Scalene

Horário dos shows principais: 23h45
Abertura dos portões: às 17h, no dia 21 (sexta-feira); ao meio-dia em dias de semana; e às 10h aos sábado e domingos
Programação completa: www.capitalmotoweek.com.br
 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.