Quatro pessoas são feitas reféns durante assalto a casa no Lago Sul

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito levou três cofres pequenos onde estavam joias e documentos. Depois colocou os objetos em uma mala dentro do carro da vítima, que também foi levado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/08/2017 14:41 / atualizado em 02/08/2017 15:13

O Lago Sul foi, mais uma vez, alvo de bandidos na manhã desta quarta-feira (2/8). Por volta das 8h, um homem entrou em uma residência na QI 25 e rendeu quatro pessoas. De acordo com a Polícia Militar, o suspeito levou três cofres pequenos onde estavam guardados joias e documentos. O criminoso colocou os objetos em uma mala e posteriomente dentro do carro da vítima, que também foi levado. Até a última atualização desta reportagem, o autor não havia sido preso.
 
 
De acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), o assaltante primeiro amarrou as duas funcionárias da casa. Com revólver em punho, ele as levou até o quarto da dona da residência e fez ameaças para saber onde se ficava o cofre. Depois de circular por quase todo local, o homem entrou em um cômodo onde estava a mãe da proprietária e também a rendeu.
 
Após roubar as joias, ele pegou a chave do veículo, mas como o carro tem câmbio automático, não conseguiu dar partida. Assim, retornou para o interior da casa e ordenou que a proprietária o acompanhasse e o ensinasse a manusear o automóvel. Segundo a polícia, o assaltante queria leva-la como refém, mas desistiu.
 

Outro caso 

 
Na terça-feira (1º/8), quatro homens fizeram 10 pessoas reféns em um escritório de advocacia na QI 6, conjunto 10,  por volta das 10h30. De acordo com a Polícia Militar, três assaltantes estavam armados no momento do crime. Ao todo, eles roubaram uma Pick Up Oroch, celulares, laptops, entre outros objetos. Eles permaneceram no local cerca de 40 minutos. As vítimas conseguiram acionar a equipe policial após 15 minutos do ocorrido. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.