Após 4 anos sem estreias, Planetário de Brasília recebe novo filme

Os brasilienses fãs de astronomia podem conferir o documentário científico sobre a criação do universo e a história da humanidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/08/2017 07:00 / atualizado em 07/08/2017 23:53

Minervino Junior/CB/D.A Press
 
O acervo de filmes do Planetário de Brasília ganha uma nova obra. Após quatro anos sem estreias, o local recebe o Da Terra ao Universo. Os fãs de astronomia podem viajar pelas estrelas, conhecer a formação das galáxias e um pouco mais sobre a história da humanidade. Todo material é ilustrado com imagens de telescópios reais, coletadas pelo Observatório Europeu do Sul (ESO). A primeira apresentação para o público ocorre nesta quarta-feira (9/8).
 
 
A estrutura da cúpula do planetário surpreende os visitantes. Oito projetores dão vida à tela de 360°, instalada no teto do complexo. As primeiras imagens dispensam qualquer narrativa, são capazes de tirar o fôlego dos expectadores. Quase que interativo, o documentário científico consegue puxar a atenção através dos registros. Ele mostra como a humanidade formou os estudos astronômicos, os planetas do sistema solar e até a invenção dos telescópios.  
 
O Planetário de Brasília, em parceria com a Secretaria Adjunta de Ciência, Tecnologia e Inovação, conseguiu, de forma gratuita, obter as imagens para o documentário. A aquisição da obra estava estimada em cerca de R$ 40 mil a R$ 80 mil. No entanto, o ESO cedeu o filme, que foi traduzido por um integrante do Observatório Astronômico de Minas Gerais. A equipe do Planetário local realizou os ajustes finais para exibição das imagens.  
 
O secretário adjunto de Ciência, Tecnologia e Inovação, Tiago Coelho, ressalta a importância de se ter mais um filme no acervo do Planetário. "Com a integração de mais um vídeo, nossa expectativa é atrair dois tipos de públicos: aqueles que já conhecem e virão ver um filme novo e, claro, os expectadores novos", afirma. O acervo do Planetário ainda conta com mais seis obras, todas com programação gratuita para visita.  
 
O circuito de atividades no planetário não se resume ao filme. A exposição Universo Surpreendente também está disponível. Imagens capturadas no deserto do Atacama, no Chile, compõem a galeria disponível para o público. Elas mostram as nebulosas, nascimento de estrelas, e as galáxias. Além disso, o público pode conferir telescópios reais e réplicas de vestuários astronautas.  
 

Programação 

  
Terça-feira 
  
17h30 - O Segredo do Foguete de Papelão  
19h - Origem da Vida 
  
Quarta-feira  
  
17h30 - O Segredo do Foguete de Papelão  
19h - Da Terra ao Universo 
  
Quinta-feira  
  
17h30 - Reino de Luz 
19h - O Segredo do Foguete de Papelão  
  
Sexta-feira  
  
17h30 - Dois Pedacinhos de Vidro 
19h - Da Terra ao Universo 
  
Fim de semana e feriados
  
9h30 - O Segredo do Foguete de Papelão  
11h - Dois Pedacinhos de Vidro 
14h30 - Origens da Vida - Sessão comentada 
16h - O Segredo do Foguete de Papelão 
17h30 - Da Terra ao Universo - Sessão Comentada 
19h - Reino de Luz: Uma breve história da vida - Sessão Comentada 
 
O Planetário de Brasília fica próximo ao Centro de Convenções Ulysses Guimarães, no Eixo Monumental.
 
* Estagiário sob supervisão de Mariana Niederauer 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
wcad
wcad - 08 de Agosto às 11:27
...são capazes de tirar o fôlego dos expectadores. eXpectadores mesmo?