Equilibristas se penduram entre prédios da Asa Norte e chamam a atenção

A dupla atraiu olhares de quem passou pela área verde da 103 Norte na manhã desta terça-feira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/08/2017 12:10 / atualizado em 08/08/2017 23:51

Marina Cavechia/Arquivo pessoal


Uma dupla que se equilibrava sobre uma fita a 17 metros de altura chamou a atenção dos brasilienses que passavam pela quadra 103 Norte na manhã desta terça-feira (8/8). A atividade é conhecida como highline, e tem como objetivo equilibrar-se e realizar atividades sobre uma fita, ancorada pelas pontas, a dezenas de metros do chão. 
 
 
O empresário Matheus Samir, 29, faz parte da equipe que realiza as atividades e conta que são necessários equipamentos específicos de segurança e autorização governamental para realizar as atividades. “A slackline, que é a fita, tem 95 metros de comprimento e é amarrada nas árvores, mas utilizamos outros materiais para distribuir o peso. Quando já armada, nós fazemos a atividade de ascensão, onde subimos até a corda e andamos nela, por fim, fazemos a ação contrária, quando descemos pela fita”, explica.
  
Além da 103 Norte, Samir conta que a atividade também são realizadas no Complexo Cultural da Funarte e na cidade de Cocalzinho de Goiás. Os cliques da atividade foram feitos pela empresária Marina Cavechia, 34, que é moradora da região e estava indo para a Asa Sul quando viu a cena. Impressionada, estacionou o carro, fez fotos da cena e publicou nas redes sociais. "Fiquei surpresa, achei muito lindo e tive que registrar", declarou ao ser procurada pela reportagem.
 
A atividade também prendeu os olhares do comerciante Jucá Araújo, 32, que relatou nunca ter visto nada parecido região. "Ele estava muito alto, achei impressionante de assistir. Ele caminhou pela corda e ainda ficou dando pulos", conta. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.