Policial militar atira em agente do Detran durante blitz em Águas Claras

De acordo com o diretor-geral do Detran, Silvain Fonseca, quatro equipes faziam a blitz e deram ordem de parada aos condutores de dois veículos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/08/2017 07:43 / atualizado em 10/08/2017 17:37

Divulgação
Um agente do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran) foi baleado por um policial militar reformado durante uma blitz da Lei Seca em Águas Claras. O crime aconteceu por volta de 1h desta quinta-feira (9/8). O tiro acertou as costas do agente, e o ferimento só não foi maior porque o colete de segurança barrou o projétil.

 

Leia mais notícias em Cidades

 

De acordo com o diretor-geral do Detran, Silvain Fonseca,  quatro equipes faziam a blitz e deram ordem de parada aos condutores de dois veículos. Um deles estava alcoolizado e começou a desacatar os agentes. 

 

Um terceiro carro chegou. O motorista seria um PM reformado, que também dirigia alcoolizado. Ao perceber que o filho seria detido por desacato, sacou um revólver e atirou pelo menos quatro vezes, acertando o agente.

 

A PM foi chamada e todos levados para a delegacia. Em uma nota de esclarecimento, a corporação confirmou o fato. “Na ocasião o policial efetuou disparos de arma de fogo, tendo um deles atingido um dos agentes do Detran que atuava no local. O policial se evadiu, mas foi preso em seguida pela Polícia Militar”, afirma o texto.

Equipes da PM levaram o militar reformado para a 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul) e, em seguida, para o Núcleo de Custódia Militar (presídio militar) onde permanece preso. “Esclarecemos que a Polícia Militar reprova totalmente a conduta deste policial, uma vez que esse tipo de atitude não condiz com a postura esperada de um profissional de segurança pública, mesmo que aposentado”, escreve a corporação.

Confira a nota da PM na íntegra:
Informamos que na madrugada de hoje (10/08), por volta de 1h da manhã, em uma blitz realizada na cidade de Águas Claras, houve um desentendimento entre um policial militar aposentado e alguns agentes do Departamento de Trânsito do DF. Na ocasião o policial efetuou disparos de arma de fogo, tendo um deles atingido um dos agentes do Detran que atuavam no local. O policial se evadiu, mas foi preso em seguida pela Polícia Militar, encaminhado imediatamente para a 21ª Delegacia de Polícia e posteriormente ao Núcleo de Custódia Militar (presídio militar) onde permanece preso.

Esclarecemos que a Polícia Militar reprova totalmente a conduta deste policial, uma vez que esse tipo de atitude não condiz com a postura esperada de um profissional de segurança pública, mesmo que aposentado. Reforçamos ainda que todas as medidas legais cabíveis ao caso já foram tomadas por parte da corporação. Reiteramos nosso compromisso com a legalidade e com a ética profissional de nossos integrantes, desejando uma pronta recuperação ao agente ferido.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Marceio
Marceio - 10 de Agosto às 19:14
Ao invés de se educar os filhos para que não se façam o errado, vemos são os pais apoiarem os erros dos filhos. O pai deveria ser o primeiro a dar uma corretivo no filho.
 
João
João - 10 de Agosto às 15:09
Cachaça junta com arma de fogo é igual a gasolina ao lado de isqueiro. Ainda bem que ninguém morreu e nem ficou gravemente ferido. Foi um fato isolado, fato este não compactuado pela maioria esmagadora dos excelentes profissionais da Gloriosa PMDF!
 
Carlos
Carlos - 10 de Agosto às 13:07
Sinceramente, não sei o q é pior, a PCDF ou a PMDF... Isso pq são os maiores salários do Brasil... O treinamento é péssimo, o atendimento idem...
 
vitor
vitor - 10 de Agosto às 11:36
Policial reformado não é mais policial, se aponsentou. Não deveria ter porte de arma. Infelizmente no Brasil muita gente tem acesso a arma, estimulando os crimes.
 
André
André - 10 de Agosto às 11:03
Os policiais de nossa cidade não tem qualquer preparo. Tem que ser preso e ter o porte de armas cassado.
 
Wilhan
Wilhan - 11 de Agosto às 01:56
Respondendo ao comentário do Jean. Meu caro, trabalho em uma boate, sou segurança, meu trabalho eu tento ao máximo ser justo no meu dia-a-dia, ser justo nas minhas escolhas e ter sempre um trabalho integro e padrão. Partindo do principio de conhecimento de causa, eu posso afirmar com toda convicção que as maiores confusões que já teve no meu local de trabalho foram com policiais, armados e embriagados! Infelizmente Brasília tem muito a melhorar em quesito de disciplinar a sua tropa, porque isso é um problema cultural, e não é de hoje que manchetes como essa tomam de conta de nossos jornais...
 
jean
jean - 10 de Agosto às 17:07
Acho que você, meu amigo, está falando sem conhecimento de causa, além de forma irresponsável quando generaliza dizendo que nossos policiais não têm preparo. Creio que você esteja assistindo a muitos programas de televisão sensacionalistas, onde é quase um modismo ofender ou desconsiderar o trabalho daqueles que lutam pela nossa segurança. Todas as pessoas estão sujeitas a cometer erros, e, embora qualquer um do povo possa prender quem comete um crime, quem prende o mau policial é outro policial.
 
waldir
waldir - 10 de Agosto às 10:53
Esses agentes do Detran sao autoritários e adoram se passar por policia, a maioria estúpidos e nao tem educacao para abordar veículos, sao arrogantes na maioria das vezes. Essa história tá mal contada, no mínimo tentaram crescer pra cima do ex PM. Esses caras precisam aprender trabalhar e fazer simplesmente o papelzinho deles, que é de fiscalizar o transito, o que nao fazem, querem somente mo tar blitzes para faturar com mtas e multas pra comprar carroes e passear pela cidade. Nao vejo um carro do Detram em horarios de pico no transito. Só sabem perturbar motoristas nos finais de semana com blitzes na porta de botecos.
 
Maria
Maria - 11 de Agosto às 22:19
Waldir, também acredito que foi isso que ocorreu, conforme você sugere. Esse pessoal do DETRAN é extremamente arrogante, e a abordagem deles no trânsito é uma aberração. PS.: nunca tive problemas, pois sempre ando com documentação em dia.
 
Wilhan
Wilhan - 11 de Agosto às 01:48
Eu apoio qualquer tipo de blitz e em qualquer horário, e se possível nas portas de botecos sim e nos finais de semana principalmente!!! Porque no dia que algum parente seu for morto por causa de um irresponsável desse, aí sim você sentirá a falta das fiscalizações e das blitz...
 
carlos
carlos - 10 de Agosto às 10:08
EM BRASILIA TODO MUNDO QUER SER AUTORIDADE! AÍ DÁ NISSO! O CARA ERRADO AINDA AGRIDE UM CIDADÃO TRABALHANDO! PAI E FILHO ERRADOS!
 
Wilhan
Wilhan - 11 de Agosto às 02:02
Isso mesmo Carlos, Brasília tem este problema cultural da "Carteirada", o cidadão sabe que está infringindo a lei mas quer contornar a situação desta forma, sou "Autoridade"... A corrupção está encrustada no brasileiro, a pessoa que era pra dá exemplo, se comporta como um completo bandido, ele e o filho!
 
Marcio
Marcio - 10 de Agosto às 08:56
Brasília sem rumo. Sem líderes.