Servidora assassinada na Asa Norte é enterrada em Minas Gerais

Sepultamento ocorreu nessa tarde, em Juiz de Fora, cidade natal da vítima

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/08/2017 22:00 / atualizado em 10/08/2017 22:06

Anderson Mateus/Reprodução/TV Alterosa
O corpo da servidora do Ministério da Cultura (MinC), Maria Vanessa Veiga Esteves foi enterrado no fim da tarde desta quinta-feira (10/8), no cemitério Parque da Saudade em Juiz de Fora (MG). Familiares e amigos lotaram o velório da analista, que morreu vítima de um latrocínio na Asa Norte, por volta das 23h de terça-feira (8/8).
 
No enterro, amigos relembravam bons momentos com Maria Vanessa, a quem chamavam de “mãezona”. A jornalista e melhor amiga da vítima, Andrea Andrade, comentou, horrorizada, sobre o tamanho da tragédia. “Estamos todos chocados com o crime, porque atingiu uma pessoa super tranquila.”

O caixão com o corpo de Maria Vanessa chegou a Juiz de Fora durante a tarde. Dois dos irmãos da servidora pública estiveram em Brasília para a liberação no Instituto de Medicina Legal (IML). A família seguiu para a cidade mineira ainda no início da manhã, para os preparativos do funeral.
 
 
O crime aconteceu quando Maria Vanessa, estudante de mestrado da Universidade de Brasília (UnB) e servidora temporária do MinC, estacionava em uma vaga pública da quadra em que morava. O suspeito de participar do crime foi preso e um menor que seria o autor da facada apreendido no dia seguinte, em um apartamento na Quadra 208 da Asa Norte. Com eles, a polícia encontrou os pertences da vítima.
 
A bolsa de Vanessa estava em um contêiner de lixo na frente do prédio comercial, onde fica a quitinete na qual os três suspeitos foram encontrados e presos em flagrante. Dentro do imóvel, a polícia encontrou a faca utilizada no crime.
 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.