Adolescentes assaltam ônibus em Ceilândia e atacam cobrador com facadas

O crime aconteceu em um ônibus na QNN 38 e o cobrador foi encaminhado ao Hospital Regional de Ceilândia consciente

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/08/2017 06:48 / atualizado em 11/08/2017 23:19

Divulgação PMDF.

Dois adolescentes assaltaram e atacaram um cobrador de ônibus a facadas em um ônibus na QNN 38, em Ceilândia, na noite desta quinta-feira (10/8). Cleiber da Vitória Barros, 29 anos, foi encaminhado ao Hospital Regional de Ceilândia com três lesões na cabeça e três no ombro esquerdo por conta dos ferimentos. 

 

Leia mais notícias em Cidades

 

A Polícia Militar informou que, ao chegar ao local, os passageiros estavam agredindo os adolescentes que cometeram o crime. O caso foi caracterizado como tentativa de latrocínio e os adolescentes tentaram roubar cerca de R$ 145 e um aparelho celular. Os dois foram encaminhados à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) II, em Taguatinga.

 

Em nota, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que não pode fornecer o estado de saúde de pacientes internados na rede hospitalar que sejam vítimas de crimes ou investigação policial. Segundo o Corpo de Bombeiros, as lesões foram superficiais e o cobrador estava consciente, orientado e estável.

 

Estatísticas

 

De janeiro a maio deste ano, em Ceilândia, foram registrados 358 roubos a coletivo. Em todo o DF, de janeiro a julho, foram 1.586 registros, contra 1.495 no mesmo período do ano passado. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal.

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Marcus
Marcus - 11 de Agosto às 15:33
Vitima da sociedade? o quê esta acontecendo com os brasileiros?É sabido,que políticos só desejam encher os bolsos,que 98% são criminosos.Agora dizer que são vítimas.A pena de morte para assassinos em qualquer idade!
 
Tânia
Tânia - 11 de Agosto às 09:18
Que situação caótica enfrentamos em uma capital sem lei como Brasília. Parabéns aos passageiros que deterão os meliantes vitima da sociedade que o Governo criou.