Homem é preso na Asa Sul suspeito de estuprar menina de cinco anos

Crime teria ocorrido na pensão onde o suspeito reside. Denúncia foi feita pela avó da menina. A polícia afirma que o homem é investigado pelo mesmo crime em outros estados

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/08/2017 12:51 / atualizado em 15/08/2017 18:27

Divulgação/Divicom
Um homem de 38 anos foi preso preventivamente, nesta terça-feira (15/8), após a proprietária da pensão onde ele reside, na Asa Sul, denunciá-lo por estupro de vulnerável. Rosenvaldo Moreira Filho, 38, é morador de Goiânia e veio a Brasília no mês passado devido a uma oferta de emprego. Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), o suspeito teria abusado sexualmente da neta dela, de 5 anos, no sábado (12/8).


Durante a investigação, os policiais descobriram que o acusado responde a outras ocorrências pelo mesmo crime em outros dois estados. Em Santa Catarina, por abusar de um menino de 3 e uma menina de 9, e no Rio Grande do Sul, pelo mesmo crime, com uma garota de 11. Assim como em Brasília, nos outros estados Rosenvaldo também teria se hospedado em pensões e abusado das vítimas.  
 
Segundo o delegado-chefe da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), Gerson de Sales, em depoimento, a criança contou que um homem alto e de roupa preta invadiu o quarto da avó, mexeu nos armários e "brincou com ela". A investigação ouviu os hóspedes da pensão que relataram ter visto um homem com características semelhantes às do abusador. 

Na noite da última segunda-feira (14/8) o pai da vítima foi ao trabalho do Rosenvaldo tirar satisfação sobre o ocorrido. No local, teria sido xingado e ameaçado pelo homem. A Polícia Militar foi chamada e levou os dois homens para a 1ª DP, onde o acusado recebeu prisão preventiva por ameaça até as investigações do abuso serem concluídas. 

Segundo o delegado, não resta dúvidas de que Rosenvaldo é um pedófilo. “Pela semelhança entre as acusações, percebemos que ele tinha um padrão de atuação. Ao ser preso, não demonstrou nervosismo ou emoções, apenas negou as acusações e diz ter tido o azar de usar a roupa semelhante a descrita pela vítima”, afirma Gerson. Rosenvaldo responderá por crime de estupro de vulnerável, podendo pegar até 18 anos de prisão. Segundo a PCDF, as informações do inquérito serão enviadas para os outros estados onde o acusado responde por crimes semelhante, com objetivo de auxiliar nas investigações. 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.