Assessora do ministro Torquato Jardim é vítima de sequestro relâmpago

O crime iniciou na Asa Sul, e a vítima foi abandonada em Águas Lindas de Goiás (GO)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/08/2017 11:21 / atualizado em 16/08/2017 11:55

Uma assessora direta do Ministro da Justiça sofreu sequestro relâmpago na noite desta terça-feira (15/8), na Asa Sul. O caso ocorreu por volta das 20h, quando a vítima estacionava o carro em frente a um bloco comercial da 408 Sul. Ela foi surpreendida por dois homens, que a obrigaram a seguir viagem e repassar a senha da conta bancária. Após duas horas de tensão, ela foi abandonada em um terreno baldio em Águas Lindas de Goiás (GO), cidade distante 55 km de Brasília. 


A vítima informou à polícia que após destravar as portas do carro, um homem entrou no banco da frente e outro no banco de trás. Segundo consta no boletim de ocorrência, um deles portava uma faca e orientou a mulher a não ter nenhuma reação, muito menos gritar por socorro. "Vamos levar você e seu carro. Isso é um sequestro relâmpago", teria dito o bandido à vítima. 

Após isso, um dos bandidos assumiu a direção do veículo. Ele seguiu pela Via Estrutural, passando por Taguatinga, Ceilândia, até chegar em Águas Lindas de Goiás (GO). A dupla exigiu a senha da sua conta bancária. Primeiro eles passaram em um caixa rápido, mas não conseguiram sacar nenhuma quantia. Depois, eles seguiram para um shopping da cidade, onde conseguiram efetuar o saque. A vítima permaneceu no carro durante todo o tempo sendo ameçada com a faca.

Depois de conseguir tirar R$800, os bandidos abandonaram a mulher, por volta das 22h, próximo ao Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-070. Eles seguiram com o carro, um Honda Fit, cor preta, e o celular da vítima.  A 5ª Delegacia de Polícia (Área Central) investiga o crime. Até o momento, ninguém foi preso. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.