Estelionatário que dava golpe do falso emprego acaba preso no DF

A ação que resultou na localização do suposto estelionatário foi deflagrada pela Coordenação de Crimes contra o Consumidor, à Ordem Tributária e a Fraudes (Corf)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/08/2017 16:56

Um brasiliense suspeito de oferecer falsos empregos por anúncios na internet acabou preso pela Polícia Civil nesta quinta-feira (18/8). Ele fez vítimas em vários locais do país. A ação que resultou na localização do suposto estelionatário foi deflagrada pela Coordenação de Crimes contra o Consumidor, à Ordem Tributária e a Fraudes (Corf)



Leia mais notícias em Cidades

O estelionatário foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva na cidade de Praia Grande/SP. Ele é apontado como líder de uma quadrilha especializada em aplicar golpes em classificados de jornais de grande circulação no País e também por envio de e-mails falsos em nome de grandes empresas.

As vítimas enviavam currículos para o grupo. Eles respondian dizendo que a pessoa tinha sido selecionada, mas precisava fazer um curso em um site no valor de R$ 150. Após o pagamento, eles desapareciam. O faturamento do suspeito preso chegava a R$ 30 mil por semana.

Os trabalhos da Corf deram continuidade à Operação Fake Job, deflagrada no ano passado. À época, o suspeito fugiu da ação policial após tentar atropelar um agente. Ele responde há vários processos em São Paulo, desde 2004, e também no Distrito Federal, em 2015.

 

Com informações da PCDF.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.