Batalhão ambiental faz buscas a uma onça em anexo do Palácio do Itamaraty

A onça foi vista por funcionários do Itamaraty durante o monitoramento das câmeras de segurança. O Batalhão fez uma varredura na área do anexo II e na garagem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/08/2017 06:47 / atualizado em 22/08/2017 07:17

Orlando Kissner/SMCS
 
A presença de um felino de médio porte na área externa do Ministério das Relações Exteriores (MRE) surpreendeu funcionários e fez o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) do Distrito Federal ser acionado na noite dessa segunda-feira (21/8). Os policiais fizeram buscas no anexo II do Palácio do Itamaraty, mais conhecido como "bolo de noiva", em busca do bicho, que não foi localizado.
O animal adulto foi visto por funcionários do Itamaraty durante o monitoramento das câmeras de segurança, por volta das 21h. Após analisar os vídeos, o Batalhão Ambiental afirmou que provavelmente se trate de uma onça pintada ou preta, de porte médio, e pesando aproximadamente 60kg. As imagens das câmeras de segurança não foram divulgadas pelo ministério.

Segundo os vídeos e relatos dos funcionários, o felino chegou a rondar a área atrás do anexo II, onde as buscas foram concentradas. Os policiais também fizeram uma varredura na garagem, estendendo o perímetro de onde calcularam que o animal deveria estar, mas a onça não foi encontrada. Um saruê, animal que serve de alimento para animais como a onça, foi encontrado caminhando por lá.

De acordo com o tenente Louseiro, ninguém foi ferido. As buscas foram finalizadas pouco depois da meia-noite desta terça-feira (22/8). A suspeita, segundo a Polícia Militar Ambiental, é de que o animal tenha se direcionado à região fugindo de queimadas ou de ocupações irregulares.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Tolerancia
Tolerancia - 22 de Agosto às 08:08
Está virando um Zoológico,Onça, Saruê, mais abaixo à Direita Gatunos kkkkkkkkk