Tentando avisar a dona, cadela é picada por cascavel no Riacho Fundo II

A proprietária de Tetéia, que cuida de vários cães abandonados, a encontrou sofrendo com um ferimento na cara

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/08/2017 22:05 / atualizado em 22/08/2017 22:07

Divulgação/PMDF

 
Após tentar avisar a dona de que havia uma cascavel no quintal, uma cachorrinha foi picada e está em estado grave. Cristiana, que é a zeladora da cadela, a encontrou com a cara ferida em uma outra localidade da região, pois a pet havia se espantado e corrido do lugar. O incidente aconteceu em uma chácara, no Riacho Fundo II, por volta das 16h20 desta terça-feira (22/8).
 

Sem saber o que estava se passando no momento, Cristina conta que ouviu latidos alarmantes. "Estava descansando, quando escutei um barulho como se os cachorros estivessem brigando", relata. Ao sair para verificar o que estava acontecendo, ela viu a cobra de aproximadamente 70 cm "lutando" com seus cães. 

Depois de fugir, Teteia, nome da cachorra de estatura média e de quase 3 anos de idade, foi encontrada agonizando por causa do veneno inoculado pela cascavel.  Para tentar neutralizar o veneno, está sendo usado soro antiofídico.

Diante dessa situação, a Polícia Militar do Distrito Federal foi chamada para capturar e devolver a cobra ao seu habitat de origem. 


Coração Solidário

A moradora do Riacho Fundo II acolheu Tetéia em situação de abandono. “Eu já tinha outros quatro cães, mas as pessoas colocavam os cachorrinhos na porta da minha casa. Ela veio para mim desta forma”, conta emocionada.  Cristina possui hoje 12 cachorros e se desbobra para conseguir criar todos saudáveis, com alimento, teto e carinho. 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.