Moradores do Cruzeiro Velho estão há três dias sem água

A região ficou sem água por conta do racionamento na terça-feira mas, até 16h de quinta-feira (24/8) as torneiras continuavam secas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/08/2017 10:11 / atualizado em 24/08/2017 17:09

Arquivo Pessoal.
 
 
O empresário Orlando Azevedo, 63 anos, entrou em contato por meio de WhatsApp do Correio Braziliense reclamando que moradores do Cruzeiro Velho estão sem água desde terça-feira (22/8). Segundo ele, por conta do racionamento a Caesb efetuou o corte, na manhã de terça e o abastecimento deveria ter sido normalizado na quarta-feira (21/8). No entanto, até às 16h desta quinta-feira (24/8) as torneiras continuavam secas.
 
 
Orlando é morador do Cruzeiro Velho reside na casa com mais três pessoas, entre elas, uma criança. "Estamos com muita dificuldade para fazer as tarefas básicas e de higiene da nossa e da casa. As roupas estão acumuladas, as louças na pia, o chão sujo e até mesmo o banho estão inviabilizados. Estou saindo de casa para comprar água para poder fazer comida", reclama.
 
Arquivo Pessoal.
 
Orlando explica que possui uma caixa d'água de 1 mil. Geralmente, ela aguenta um aproximadamente um dia e meio. “Estou bravo com a situação. Não estamos preparados para ficar três dias direto sem água. O que eu tinha armazenado já acabou. É uma falta de respeito com a gente, pois dizem que vai ser um dia só e nos deixam no sufoco", ressalta.
 
Ele conta que tem mantido contato com a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) desde ontem para cobrar uma posição da pasta. "Eles responderam que eu deveria aguardar estabilizar a reposição, que aconteceria desde o meio-dia de ontem. Hoje, liguei novamente e obtive a mesma resposta. Pelo jeito, é para esperar sentado".
  
 
Arquivo Pessoal.
A empregada da casa, Raimunda da Silva, 36 anos, trabalha há 18 anos para a família de Orlando e reclama que não está conseguindo desempenhar seu trabalho. "Quase não dá pra fazer nada. Tem muita roupa suja, louça. Temos um cronograma aqui e fazemos as coisas por dia. Ontem era pra ter limpado a casa, o máximo que fiz foi passar um pano úmido por alto. Não avisaram que ia ficar tanto tempo sem água. Todos os moradores estão na mesma condição”, aponta.
 
Em nota, a Caesb informa que, em razão das obras de transferência de água tratada do Sistema Santa Maria/Torto para o Descoberto, realizadas no último fim de semana, a alimentação do Reservatório de Água do Cruzeiro sofreu significativa limitação. Por este motivo e para reequilibrar o abastecimento de algumas áreas, principalmente das partes mais altas, a Caesb decidiu fazer uma intervenção emergencial com o objetivo de estabilizar o sistema.

 
Relata ainda que teve uma programação de retorno do abastecimento, mas que foi encontrado um defeito num registro, o que estaria ocasionando a falta d'água de hoje. Ainda não há previsão para a finalização do conserto.

Pingo de consciência

Com o intuito de reduzir ainda mais o consumo de água nos órgãos públicos, a Secretaria da Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais lança nesta quinta-feira (24), o “Desafio Pingo de Consciência – Cada Gota, vale muito”. A iniciativa conta com uma campanha interna e envolve mais de 70 órgãos de governo, desde secretarias, autarquias, fundações e empresas públicas.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.