Rollemberg assina hoje a 1ª etapa para regularização de assentamentos no DF

Expectativa é de que 17,2 mil pessoas sejam beneficiadas com a regularização de todos os Parcelamentos Urbanos Isolados (PUI)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/08/2017 08:05 / atualizado em 25/08/2017 10:00

Mais de 7mil moradores do DF podem comemorar a primeira etapa do processo de regularização fundiária urbana em três assentamentos. O governador Rodrigo Rollemberg assina, nesta sexta-feira (25/8), o decreto de demarcação de poligonais dos Parcelamentos Urbanos Isolados (PUI) Engenho das Lajes, Incra 8 e Comunidade Basevi.
 

Segundo o Plano Diretor de Ordenamento Territorial (Pdot), para início do processo de regularização, a poligonal do parcelamento deverá ser demarcada, definindo-se limites, área, localização e confrontantes. A exigência tem a finalidade de identificar ocupantes e qualificar a natureza e o tempo das posses. Não poderá haver expansão, sendo aprovada em conjunto com o projeto urbanístico.

Parcelamentos Urbanos Isolados

Parcelamento Urbano Isoladao é uma categoria de assentamento para fins de regularização fundiária urbana definida no Pdot e consiste em áreas de ocupação urbana em zona rural, encontrando-se isoladas no território. A expectativa é que 17,2 mil pessoas sejam beneficiadas com a regularização de todos os Parcelamentos Urbanos Isolados. 
 
Com informações da Agência Brasília 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Lost
Lost - 25 de Agosto às 21:37
Nossa! Que desserviço à sociedade! Isso é um soco na cara de quem é honesto e busca comprar imóvel regular. Regularizar lotes roubados em crime de grilagem de terra é o maior estimulo a essa atividade. Eita país sem futuro...
 
Messias
Messias - 25 de Agosto às 10:56
O que dizer a meu filho, pelo fato de vir através dos tempos exercendo com dignidade a cidadania, não me permitindo avançar sobre o patrimônio público? Moro de aluguel desde 1970. Nunca tive como adquirir imóvel, nem mesmo através da empresa encarregada de zelar da moradia no DF. Agora vejo velhacos vendedores da coisa pública e compradores, levando vantagem que não mereço por não ter tempo de posse. Dá para entender?