Governo começa a depositar créditos em dinheiro do Nota Legal

Secretaria de Fazenda espera repassar os primeiros R$ 2,6 milhões até a próxima sexta-feira (1º/9). Medida contempla contribuintes que não pagam IPTU ou IPVA

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/08/2017 18:00 / atualizado em 25/08/2017 18:16

Antonio Cunha/CB/D.A. Press

Os créditos em dinheiro do programa Nota Legal começaram a cair na conta dos consumidores nesta sexta-feira (25/8). De acordo com o Governo do Distrito Federal, têm direito à restituição os 23.591 contribuintes que incluíram o Cadastro de Pessoa Física (CPF) em notas fiscais e que não tenham imóveis ou automóveis para deduzir do IPTU ou do IPVA.

 

Leia mais notícias em Cidades

 

 

O GDF espera depositar R$ 2,6 milhões até a próxima sexta-feira (1º/9). Segundo a Secretaria de Fazenda do Distrito Federal (Sefaz), os primeiros 5 mil contribuintes contemplados pelo programa começaram a receber os créditos ainda hoje. No total, a pasta afirma ter repassado R$ 697.868,29 nesse lote inicial.

 

Para os beneficiários cujos dados cadastrais divergem com a base da Sefaz, o governo recomenda reclamar os créditos no site da secretaria. O atendimento virtual, segundo o GDF, pode ser feito a qualquer momento. No entanto, há o prazo de dois anos para requerer o benefício.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.