Adolescente que atropelou família no Gama será ouvido no Ministério Público

A família organiza uma caminhada para a manhã desta terça (29), saindo do local do acidente, no Gama Oeste, até o Cemitério do Gama, onde os corpos serão velados

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/08/2017 15:50 / atualizado em 28/08/2017 21:57

Ed Alves/CB/D.A. Press
 
Os corpos das vítimas de uma mesma família atropelada na manhã do último domingo (27/8) serão liberados pelo Instituto de Medicina Legal (IML) ainda na tarde desta segunda (28). Enquanto isso, o adolescente de 17 anos acusado de didrigir o carro que causou o acidente será ouvido também nesta tarde, no Núcleo de Apoio de Atendimento Integrado Judicial ao Adolescente em Conflito com a Lei (Naijud), do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT).

A família organiza uma caminhada para a manhã desta terça-feira (29), saindo do local do acidente, no Gama Oeste, até o Cemitério do Gama, onde os corpos serão velados e enterrados. O primo das vítimas Sérgio Carvalho, 33 anos, morador da Santa Maria, convida a população a participar do protesto e pede a doação de faixas e cartazes. “O sentimento é de revolta. Só o que queremos é Justiça”, desabafa. O velório e o enterro das vítimas será feito nessa terça (29), no Cemitério do Gama, a partir das 9h e das 16h30, respectivamente.

Segundo o advogado dos pais do adolescente, André Toledo, eles estão transtornados e comovidos. “Eles vão entrar em contato com a família das vítimas para ajudar no que for preciso”, afirmou. Disse, ainda, que os pais são comerciantes e estão com medo de represálias ao comércio e que o menino teria pego o carro escondido. O rapaz foi levado para a Unidade de Internação Provisória de São Sebastião.

Relembre o caso 


Ruth Ester de Jesus Carvalho, 22 anos, Gabriela de Jesus Carvalho, 19, e um bebê de seis meses morreram, na manhã deste domingo (27), após serem atingidas pelo carro de um adolescente, de 17 anos, no Gama Oeste. De acordo com a Polícia Militar, o veículo capotou após se chocar com um poste e atingiu a família de cinco pessoas que andava pela pista de cooper da Quadra 24. Outras duas pessoas da família sofreram ferimentos e foram levadas ao Hospital Regional do Gama (HRG). 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.