7 de Setembro: confira o esquema de segurança e o que muda no trânsito

Trânsito na área central da cidade sofrerá alterações. Há previsão de manifestação próxima à Esplanada dos Ministérios

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/09/2017 06:00 / atualizado em 06/09/2017 23:39


O desfile cívico militar do Dia da Independência vai movimentar a Esplanada dos Ministérios e alterar a rotina do brasiliense com mudança no trânsito e policiamento reforçado. Este ano, mais de 830 policiais farão a segurança da população durante a apresentação, marcada para começar às 9h e com expectativa de público de 40 mil pessoas, segundo o Ministério da Defesa. No ano passado, o efetivo era de 1,5 mil homens e mulheres. As forças de segurança pública do Distrito Federal estimam, ainda, a presença de 2 a 3 mil manifestantes do Grito dos Excluídos.

 

Leia mais notícias em Cidades 


A polícia tentará evitar que os manifestantes circulem pela via S1 enquanto estiver ocorrendo o desfile oficial pela N1. Quem for participar do protesto precisará ficar concentrado no Museu Nacional da República até o fim da apresentação, que deve seguir até o meio-dia. Após a passagem da última tropa na apresentação, a via contrária será liberada para os manifestantes fazerem o ato. Os militares farão três pontos de controle da manifestação: na dispersão do público, em frente ao Museu Nacional da República; próximo ao palanque das autoridades, onde ficará o presidente Michel Temer; e no espelho d’água do Congresso Nacional.

As forças de segurança pública também monitoram a movimentação de pessoas que possam protestar durante o desfile. Por essa razão, está prevista uma linha de contenção em frente ao palanque do público, na via N1 do Eixo Monumental. O policiamento começa a partir das 6h de hoje. 

Celebração

A estudante Tainara Gomes da Silva, 21 anos, moradora do Guará 2, tem um motivo especial para celebrar o Dia da Independência. Nascida em 7 de setembro de 1996, a jovem faz questão de ir ao desfile. “Não é só por ser meu aniversário, mas também porque é um marco para o Brasil. Estarei no desfile, mas com certeza vou festejar com algumas amigas depois”, planeja.

 

Antonio Cunha/CB/D.A Press
 

 

Já a servidora Silvia Gomes, 60, que vive na Asa Norte, vai pensar em outra programação. “Não irei em protesto contra o governo. Acho que as pessoas deveriam fazer essa manifestação silenciosa não comparecendo ao evento. Impossível ir com o cenário político que vivemos hoje”, afirma.

Acesso à Esplanada

A interdição do trânsito na Esplanada dos Ministérios começou às 22h de ontem (veja quadro). Os acessos aos túneis do Palácio Itamaraty e da Catedral, sentido via S1, estarão fechados, assim como o início do Eixão Norte, até o início do primeiro retorno da via.

É recomendado o uso de vias alternativas para quem precisar cruzar da parte Norte para Sul e vice-versa, como a L4 e a Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia). A liberação do trânsito deve ocorrer apenas no início da tarde, depois que os pedestres terminarem de passar. 

Quem for ao evento de carro poderá estacionar nos anexos dos Ministérios e no Supremo Tribunal Federal (STF). A única mudança no trânsito em relação ao ano passado será na volta para casa. Os convidados que assistirem ao desfile nos palanques vão descer pela via N2 e quem estacionou nos anexos vai voltar pela L4.


O que abre e o que fecha

Ônibus
Circularão de acordo com a tabela de domingo. Todas as linhas que ligam as regiões administrativas à Rodoviária do Plano Piloto serão reforçadas.

Metrô
Funcionará das 6h às 19h. Na sexta-feira e no sábado, funcionará das 6h às 23h30. No domingo, das 7h e fecharão às 19h.

Delegacias
Todas as 12 centrais da Polícia Civil, bem como a 4ª DP do Guará, a 18ª DP de Brazlândia, a 30ª DP de São Sebastião e a 33ª DP de Santa Maria funcionarão o dia todo. Ligações pelo telefone 197 e a delegacia eletrônica também ficarão disponíveis.

Saúde
O atendimento nas unidades de pronto-atendimento (UPAs) e nas emergências dos hospitais públicos funcionará 24 horas. Ambulatórios e centros de saúde ficarão fechados.

Comércio e shoppings
As lojas de rua não abrirão no feriado. Nos shoppings, apenas as praças de alimentação estarão abertas.

Na Hora
Todos os postos do Na Hora ficarão fechados durante o feriado.

Bancos
As agências não funcionarão no feriado. Amanhã, abrirão em horário comercial, das 11h às 16h.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.