Operação flagra tentativa de invasão em terreno do Lago Norte

PMDF, Agefis e Ibram encontraram mais de 100 metros de cerca demarcando área invadida. Ação dos responsáveis teria começado na madrugada desta terça (12/9)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/09/2017 15:43 / atualizado em 13/09/2017 16:17

Uma operação coordenada pela Administração Regional do Lago Norte flagrou, nesta terça-feira (12/9), uma tentativa de invasão a uma área pública do bairro. Moradores da MI 9 do Setor de Mansões denunciaram a presença de um grupo de pessoas que teria começado a ocupar a área na manhã de ontem.

 

Leia mais notícias em Cidades
 
A ação contou com a participação da Polícia Militar, da Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) e do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), que atuou na verificação da existência de danos ambientais. De acordo com o instituto, o local invadido se encontrava na Área de Proteção Ambiental (APA) do Lago Norte e às margens de um córrego.

Além disso, segundo a Agefis, a área já apresentava indícios de parcelamento. Em nota, a agência fiscalizadora informou que a equipe de auditores presente no local na manhã de hoje emitiu um auto de apreensão dos materiais utilizados para a delimitação da área. De acordo com o órgão, as 50 escoras de concreto e os 100 metros de cerca erguidos foram desmontados pelos próprios trabalhadores responsáveis pela demarcação e encaminhados ao depósito da agência.

O administrador do Lago Norte, Marcos Woortmann, afirmou que a operação integrada ajudará a garantir a punição dos responsáveis pela delimitação do irregular terreno. 

 

Invasão

 
Na tarde de segunda-feira (11/9), um grupo de moradores da região administrativa percebeu a presença de pessoas na entrada da MI 9 do Setor de Mansões do Lago Norte com barras de ferro, mourões de concreto e ferramentas para escavação.

 

Residentes do bairro relataram que a associação de moradores acompanhava a movimentação na região havia algum tempo e que esta não seria a primeira tentativa de invasão à área. Alguns chegaram a registrar ocorrências na Ouvidoria do GDF e junto à Agefis, no entanto, os órgãos responsáveis pela autuação informaram não ter conhecimento do fato até a manhã desta terça.

 

* Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.