Agentes penitenciários encontram drogas escondidas em frutas na Papuda

Uma mulher foi presa em flagrante pelo crime de tráfico de entorpecentes em estabelecimento penal. O caso aconteceu durante visita de parentes e familiares na Penitenciária II do Distrito Federal (PDF II)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/09/2017 12:13 / atualizado em 15/09/2017 23:43

Divulgação

 

Nas visitas do Complexo Penitenciário da Papuda de quinta-feira (15/9), agentes penitenciários encontraram drogas escondidas em duas bananas. O flagrante aconteceu durante a revista aos alimentos que entram no complexo. Os servidores identificaram e apreenderam os entorpecentes: duas porções de substância de cocaína; 22 porções de maconha e 43 unidades de crack. 

 

Leia mais notícias em Cidades

 

O caso aconteceu durante visita de parentes e familiares na Penitenciária II do Distrito Federal (PDF II). Uma mulher foi presa em flagrante por tráfico de entorpecentes em estabelecimento penal. O crime é inafiançável. A ocorrência foi registrada na 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião), que é responsável pela área da Papuda e para onde a autora do crime foi conduzida. A droga também foi apreendida e levada para exame.

 

Em nota, a Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe), ligada à Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social (SSP/DF), confirmou o caso. "A identificação dos entorpecentes foi possível graças ao criterioso procedimento de revista que é realizado no sistema penitenciário do Distrito Federal. Além do escâner corporal, por onde passam os visitantes, há outro equipamento que inspeciona os objetos levados para os internos", informou, em nota. "Em determinados casos, pode ser feito ainda o procedimento manual, seguindo as normas recomendadas pela Organização das Nações Unidas (ONU)", completa o texto.

 

Divulgação
 

 

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.