Rollemberg assina decreto que institui novo Parque Audiovisual de Brasília

Local no Setor de Clubes Esportivos Sul deve abrigar estúdios, núcleos de animação, salas de cinema e locais para a produção de games, filmes e séries

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/09/2017 18:31 / atualizado em 16/09/2017 00:00

Toninho Tavares/Agência Brasília


O governador do DF, Rodrigo Rollemberg, assinou um decreto, na tarde desta sexta-feira (15/9), que institui a política do Parque Audiovisual de Brasília, um incentivo à produção cultural no DF.   
 
 
No projeto previsto pelo Executivo local, uma área no Trecho 3 do Setor de Clubes Esportivos Sul, próximo ao Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), dará lugar a um centro de estímulo ao audiovisual. O espaço de 147 mil metros foi cedido pela Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap). 

Além de salas de cinema, o parque deve abrigar estúdios, núcleos de animação e locais para a produção de games, filmes e séries. O novo prédio irá substituir o Polo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, criado em 1991, em Sobradinho.

Na cerimônia de assinatura, o governador destacou a consolidação de Brasília como polo de produção audiovisual, usando como referência o Festival de Brasília. “Queremos consolidar a cidade como referência da produção cinematográfica e do audiovisual”, ressaltou. 
 
A data escolhida para divulgar a nova política não foi ao acaso. A 50ª edição do Festival de Brasília de Cinema começa hoje no Cine Brasília. O evento ficará em cartaz até 24 de setembro, com programação em 12 regiões administrativas do Distrito Federal.  

De acordo com a Agência Nacional do Cinema (Ancine), do Ministério da Cultura, o setor brasileiro cresce 8% ao ano.
 
*Com informações da Agência Brasília 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.