Ex-Rede, deputado distrital Claudio Abrantes cogita se filiar ao PDT

O parlamentar, que já fez parte da base aliada de Rollemberg e hoje se diz opositor 'ferrenho', participou da convenção do PDT, que decide, neste domingo, se desembarca do governo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/09/2017 12:54 / atualizado em 17/09/2017 13:42

Renata Rusky/CB/DAPres

 
O Partido Democrático Trabalhista (PDT) no Distrito Federal realiza neste domingo (17/9) conveção para definir os rumos da silga. O deputado distrital Claudio Abrantes (sem partido) discursou no evento e, ao Correio, disse que que considera, sim, filiar-se à legenda. O parlamentar justificou que tem "admiração histórica" pelo trabalho realizado pelo PDT. 
 
 
A fala de Abrantes pode ser um indicativo de que o PDT saia definitivamente do governo Rollemberg, uma decisão que pode ser tomada no encontro de hoje. No sábado (16/9),Rollemberg disse ao Correio que não acreditava nessa possibilidade.
 
A proximação de Abrantes começou em maio passado, quando o distrital deixou a base aliada do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) e se uniu a grupos resistentes às propostas do Palácio do Buriti. Durante a votação de matérias de intersse de Rollemberg, como a criação do Instituto Hospital de Base e a unifacação dos fundos de previdência, ele votou contra. 
 
Na semana passada, quando o racha entre PDT e Rollemberg ficou ainda maior — com a exoneração de servidores comissionados indicados pela silga —, Abrantes criticou o Executivo local. "Vivi situações semelhantes", disparou. 
 

Saída da Rede 

 
Agora, neste domingo, Abrantes disse que deixou a Rede, em maio passado, devido ao mal-estar provocado por sua posições no partido, que integra a base de apoio a Rollemberg. "Seria um inconveniente muito grande um partido da base ter um deputado de oposição tão ferrenha como eu", destacou. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.