Estragos causados pela chuva complicam trânsito em várias pistas

Árvore caída e pista molhada após chuva na madrugada causam lentidão no trânsito em alguns pontos. Ao menos dois acidentes foram registrados

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/11/2017 07:42 / atualizado em 08/11/2017 12:22

Fernando Jordão/CB/D.A. Press
 

Os danos provocados pela forte chuva que atingiu várias regiões do Distrito Federal durante a madrugada desta quarta-feira (8/11) causam transtornos aos motoristas nesta manhã. O trânsito habitualmente congestionado nas principais pistas que cortam a capital ficou ainda mais complicado para quem segue rumo ao centro da cidade. Na saída da Ponte JK, uma árvore caída na pista na chegada à L4 Norte causou retenção por várias horas. O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) informou que por volta das 10h, ela havia sido retirada. 

 

Leia mais notícias em Cidades 


Um grande poça d'água na Ponte do Bragueto também causou problemas para quem tentava atravessar o Eixão Norte. A interdição parcial na via também causou lentidão no tráfego. Outras pistas de grande circulação nos horários de pico - como a EPNB, EPTG e as BRs 020, 040 e 070 - registram tráfego lento, pelo excesso de carros. Até por volta das 8h30, havia o registro de ao menos dois acidentes na Estrutural, na pista Sul, mas sem registro de feridos. Confira o mapa do trânsito nas principais vias.

 

Um carreta quebrou na faixa da direita na descida do Colorado, após o Ribeirão do Torto. O DER esteve no local e informou que o veículo foi removido da via às 9h15. Havia muita lama no local também (veja o vídeo abaixo). Para tentar desafogar o trânsito, o órgão estendeu o funcionamento da faixa reserva até às 9h30. A medida vale apenas para hoje.

 

Cuidado extra com os veículos

 

O Detran-DF ressaltou que os motoristas precisam observar as condições do veículo principalmente em períodos chuvosos, para evitar acidentes. Os cuidados englobam a revisão dos pneus, freios, limpadores de pára-brisas e faróis. "É importante que o condutor verifique a parte elétrica do veículo, pois os fusíveis e lâmpadas queimam com mais facilidade quando são molhados", explica o diretor do Detran, Silvain Fonseca. Além dos riscos de acidentes, dirigir veículo com dispositivo irregular é infração de natureza grave e a penalidade é multa de R$ 195,23 e cinco pontos na CNH.

 

 


Ventos fortes e muita chuva

O temporal que caiu na madrugada, somado à intensidade das rajadas de ventos assustou os moradores da cidade. Segundo o Corpo de Bombeiros, uma árvore caiu na L4 Sul e outra no Lago Norte, em frente ao Clube do Congresso. A corporação também foi chamada para resgatar uma lancha que ficou à deriva no Lago Paranoá. Algumas quadras do Núcleo Bandeirante, Cruzeiro, Asa Norte, Asa Sul e Sudoeste ficaram sem energia elétrica nas primeiras horas da madrugada.

 

Em apenas sete dias, novembro registrou mais chuvas do que durante todo outubro. Na manhã de terça-feira, o Inmet havia marcado índice acumulado de 30,5 milímetros nessa primeira semana. No mês passado, choveu apenas 25,4 milímetros. O instituto ainda prevê a manutenção do tempo chuvoso durante toda a semana, o que deve contribuir para uma elevação ainda maior da pluviosidade até o fim de novembro, cuja média esperada pelo Inmet é de 231 milímetros.

 

 

 

Com informações de Hellen Leite

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.