Movimentação na estação Praça do Relógio é tranquila, apesar de greve

Durante a manhã, 20 dos 24 trens circulam normalmente. Estação deverá ser fechadas após às 10h desta sexta-feira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/11/2017 09:29 / atualizado em 10/11/2017 13:24


A movimentação de passageiros na estação do metrô da Praça do Relógio, no centro de Taguatinga, foi um pouco mais tranquilo na manhã desta sexta-feira (10/11) do que em outras estações. O intervalo de espera entre um veículo e outro era de cinco minutos até por volta das 10h, quando houve a interrupção do serviço. 

 

Leia as últimas notícias em Cidades 

 

O segundo dia de greve dos metroviários alterou a rotina de milhares de brasilienses. Foi o caso de Danielle Tereza Mota, 22 anos. A estudante contou que o fechamento das estações na após às 20h30 na quinta-feira (9/11) a fez gastar mais com a passagem. "Precisei pegar duas conduções. Tive prejuízo e gastei mais tempo para chegar em casa", explicou. 

 

 


Ciclista, a jovem falou que, por conta do fechamento das estações, bem como o impedimento de usar os trens, voltará para casa pedalando. "É o único transporte coletivo que leva bicicleta. E como saio após o horário do fechamento da estação, voltarei pedalando para não gastar mais com passagem", relatou.  

 

Está é a terceira greve deflagrada pelos metroviários em três anos. Em 2015, a categoria ficou 10 dias sem trabalhar. Em 2016, foram 72 de braços cruzados. Este ano, além do reajuste, metroviários pedem a nomeação dos cerca de 600 aprovados no último concurso, realizado em 2014.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.