Preso advogado que abusava de adolescentes depois de oferecer drogas

O homem de 30 anos era investigado há pelo menos quatro meses. A Polícia Civil aponta que o advogado abusava de garotas com idade entre 14 e 17 anos no Itapoã

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/11/2017 16:25 / atualizado em 10/11/2017 16:43

PCDF/ divulgação
Um advogado suspeito de abusar sexualmente de diversas adolescentes no Itapoã foi preso em flagrante na manhã de sexta-feira (10/11). Após denúncias, a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na residência homem de 30 anos. No local, os investigadores encontraram grande conteúdo pornográfico envolvendo jovens entre 14 e 17 anos. Segundo a corporação, elementos indicam que o conteúdo foi gravado pelo abusador em sua casa e em motéis do Distrito Federal.
 
Leia as últimas notícias de Brasília

O homem é investigado há pelo menos quatro meses. As apurações começaram após alguns pais de adolescentes da região comparecem à Seção de Atendimento à Mulher da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá) para denunciar que o advogado estaria aliciando garotas para consumirem drogas e em seguida manter relações sexuais com elas.

Ao longo das investigações, a polícia identificou outras vítimas do homem que atua como advogado. "Ele agia da mesma forma. Oferecia drogas para as vítimas em troca do abuso", detalha o chefe da 6ª Delegacia de Polícia, Ulysses Fernandes. Por volta das 6h da manhã, a corporação direcionou 10 agentes para cumprir o mandado de busca e apreensão. Além do contéudo pornográfico, os investigadores também localizaram uma quantia de maconha e uma balança de precisão na residência do investigado.

Prosseguimento


O advogado foi preso em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e armazenamento de imagens pornográficas. Segundo o delegado Ulysses Fernandes, as investigações agora seguem no sentido de identicar outras vítimas. "Vamos também averiguar a questão de corrupção de menores e o crime de produzir imagens pornográficas de crianças e adolescentes", específica.
 
A polícia também identificou que o homem já possuí uma passagem por tráfico de drogas, registradas neste ano. Ele será levado preso para o Departamento de Polícia Especializada (DPE) da Polícia Civil.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.