PM detém 11 pessoas por uso e tráfico de drogas na área central de Brasília

Distrito Federal é a UF com o maior número de uso e posse de drogas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/11/2017 00:15 / atualizado em 29/11/2017 00:17

PMDF/Divulgação

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) realizou, na tarde desta terça-feira (28/11), uma grande operação contra o tráfico de drogas. Com o auxílio do Batalhão de Policiamento com Cães (BPCães), os militares fizeram uma ronda na Rodoviária do Plano Piloto, no Conic e no Conjunto Nacional. Na ação, os policiais buscaram possíveis pontos de utilização de substâncias ilegais, além de apreenderem usuários de drogas. A polícia prendeu 11 indivíduos, dez deles por uso e porte de entorpecentes, e um por tráfico. Foram aprendidas aproximadamente 70 porções de maconha e cocaína, além de armas brancas. 
 
 
De acordo com o tenente Marcus Uítalo, do 6º Batalhão da PM, a área que abrange essas localidades é uma das mais movimentadas de Brasília. Por dia, mais de 700 mil pessoas transitam entre os três pontos. Dessa forma, esses locais são propícios para o tráfico de drogas, explica ele.
 
Ainda segundo o tenente, o número de portadores de drogas e a utilização desses entorpecentes cai drasticamente nas localidades em que as operações são realizadas. Porém, ele ressalta que a situação pode mudar caso a polícia não mantenha uma regularidade. "Se não fizermos um trabalho constante, vamos perder o controle da situação. Desta forma, temos que manter a atenção. Hoje, a Rodoviária do Plano Piloto só não é uma Cracolândia devido a essas operações", explica.
 
De qualquer forma, ele alerta para a complexidade dessa operação. "O desafio maior é analisar como o tráfico das drogas é feito. Não é uma operação fácil. Temos que montar ações de inteligência para encontrar provas, como a utilização de câmeras de vídeo, para sabermos quem realmente participa do tráfico. Nem sempre conseguimos prender todos os envolvidos”, pondera.


DF lidera ranking de uso e posse de drogas

 
Conforme dados do 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, publicado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o Distrito Federal é a unidade da Federação com a maior taxa de casos de posse e uso de drogas. O documento mostra que, em 2016, a cada 100 mil habitantes da capital federal, 202 tiveram acesso aos entorpecentes. A diferença para o segundo estado da lista, Mato Grosso, foi enorme: a cada 100 mil cidadãos, 120 utilizaram substâncias ilícitas.
 
As estatísticas incomodam o porta-voz da PMDF, major Michello Bueno. Ele ressalta o trabalho da instituição para diminuir a circulação das substâncias ilícitas em Brasília. Michello informou que, de janeiro a outubro deste ano, a PMDF prendeu 1.612 pessoas por uso ou porte de drogas, além de apreender 1.588 por tráfico de substâncias entorpecentes.
 
Além disso, a Polícia Militar registrou 1.732 prisões por roubos a transeuntes. Segundo Michello, a maioria desses crimes foi realizada por usuários de drogas. "Essas pessoas roubam celulares e outros aparelhos, e rapidamente trocam por dinheiro para conseguir comprar as drogas", diz.
 
Para Uítalo, o telente do 6º BPM, o combate ao tráfico de drogas é extremamente importante, pois diminui a possibilidade de usuários de substâncias tóxicas colocarem a população em situações de risco. "O tráfico encadeia outros crimes, como furto, roubo, e até assassinato. Para manter o vício, o usuário recorre a essas ações. Portanto, se nós coibirmos o tráfico de drogas, conseguiremos impedir que tais crimes sejam praticados", destaca.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.