Com greve e feriado, estações do Metrô amanhecem lotadas

Superlotação causou insatisfação entre usuários. Metrô deverá ampliar número de trens na volta para casa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/11/2017 09:07 / atualizado em 30/11/2017 16:35

Barbara Cabral/Esp. CB/D.A Press
As nove estações da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) abertas nesta quinta-feira (30/11) amanheceram lotadas. Por conta da greve e do feriado distrital, o metrô operou com três veículos, causando insatisfação entre os usuários. Para amenizar o problema, o presidente da empresa, Marcelo Dourado, determinou a circulação de mais três veículos. A greve dos funcionários da companhia chega ao 22º dia. O sindicato da categoria e empresa ainda não chegaram à um acordo.

Segundo a comunicação do Metrô, as estações abriram uma hora mais tarde do que o de costume, às 7h. Apesar do atraso e da superlotação, ainda de acordo com a companhia, não houve registro de confusão, apenas reclamações por conta da demora dos trens e da lotação das estações. A expectativa é que, à partir das 16h45, o número de trens em operação chegue a 18 nas nove estações abertas, para garantir a volta para casa. A medida dependerá, porém, do número de motoristas disponíveis.

Sem acordo

Na segunda-feira (27/11), metroviários e representantes da empresa participaram de uma audiência que abordou a imediata convocação dos aprovados no concurso de 2014. Na ocasião, os trabalhadores também reivindicaram a correção do Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC) de 8,41% nos salários. No entanto, o impasse ainda segue e a questão ainda não tem data para ser julgada no Ministério Público do Trabalho (MPT).

 
Segundo o Metrô, aproximadamente 70% dos empregados aderiram a greve no último dia 9. A companhia ainda informou que deixaram de ser arrecadados com passagens, cerca de R$ 4 milhões — aproximadamente R$ 190 mil por dia.

 

Já o sindicato dos metroviários, em nota, informou que não houve acordo na audiência do MPT por falta de proposta por parte do Metrô e do Governo do Distrito Federal (GDF).

 

Metrô-DF altera funcionamento durante a tarde 

 

Em função do grande volume de usuários nesta manhã, quando a empresa operou com três veículos, em cumprimento à decisão judicial do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), o Metrô-DF decidiu alterar o funcionamento durante o período da tarde. Assim, a operação será realizada da seguinte forma:

 

- A estação Galeria abrirá para embarque e desembarque a partir da 15h30. 

- As estações Arniqueiras, Taguatinga Sul e Ceilândia Sul abrirão somente para desembarque a partir das 15h30. 

- As 10 estações abertas para embarque e desembarque (Central, Shopping, Guará, Águas Claras, Praça do Relógio, Ceilândia Centro, Terminal Ceilândia, Furnas e Terminal Samambaia e Galeria) fecharão às 20h. 

- A operação será dará com, no mínimo, 12 trens.


Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.