Batalhão ambiental resgata mais de 30 pássaros silvestres neste sábado

As aves eram criadas sem autorização ambiental. Outros animais também foram resgatados pelas equipes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/12/2017 23:19 / atualizado em 02/12/2017 23:35

PMDF/Divulgação

Trinta e quatro pássaros silvestres foram apreendidos, neste sábado (02/12), em três casas, em Sobradinho. Segundo informações da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), nenhum dos responsáveis tinha autorização ambiental para a criação das aves e, por isso, foram encaminhados para a delegacia. 
 
 
Os proprietários podem responder pelo crime de cativeiro a animais silvestres da fauna brasileira,previsto na Lei Federal nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, e no Decreto Federal nº 6.514, de 22 de julho de 2008. A pessoa pode ser presa e pagar multas com valores de R$ 500 a R$ 14 mil.
 
 
Também nesta manhã, um papagaio foi resgatado na 216 da Asa Norte e levado ao Centro de Triagem de Animais Silvestres. Já no Setor Habitacional Por do Sol, em Ceilândia, o animal resgatado foi um filhote de tucano. A ave estava ferida e foi também levada ao Centro de Triagem.
 
Na Asa Sul, na quadra 705, foi a vez de um sarauê receber a ação do Batalhão Ambiental. Como o animal não apresentava ferimentos, foi reconduzido à natureza. Uma capivara também foi resgata na área do Café sem Troco, às margens da DF-130. Ela foi reconduzida imediatamente ao seu habitat.
 
No posto policial do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária, uma jibóia foi encontrada sem nenhum ferimento. Na QI 03 do Lago Sul, um tatu foi resgatado. Os dois animal estavam saudáveis e foram levados ao habitat natural.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.