Mesmo sem patrocínio, GDF garante que Brasília terá carnaval em 2018

O executivo tentou um patrocinador para a festa, mas a única empresa interessada ofereceu um valor abaixo do total dos custos para garantir a folia. GDF garante que isso não inviabiliza a festa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/12/2017 19:30 / atualizado em 07/12/2017 20:03

Marcelo Ferreira/CB/D.A Press

Mesmo sem patrocinador oficial, o Governo do Distrito Federal garante que Brasília terá carnaval em 2018. Nesta quinta-feira (7/12) foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), o resultado do edital de patrocínio da folia na capital do país. A única proposta foi recusada porque foi considerada abaixo do custo total da festa, segundo a Secretaria de Cultura. A expectativa é que 200 blocos arrastem mais de 2 milhões de pessoas no período festivo. O Executivo garante que arcará com os gastos. 


Os custos com o carnaval 2018 de Brasília são orçados em cerca de R$ 4 milhões, segundo a Secretaria de Turismo. Esse montante é para bancar a infraestrutura e a logística para a realização dos eventos como, por exemplo, banheiros químicos, ambulâncias, trios elétricos e palcos. Neste caso, o patrocionador oficial seria responsável por essa dinâmica. O GDF, por sua vez, concederia autorização para o vencedor exibir publicidade e divulgar a marca durante o reinado do Momo. Porém, a única empresa que se interessou em patrocinar a festa ofereceu apenas um quinto do valor. 

Segundo dados da Secretaria de Cultura do DF, em 2017 o investimento do GDF ultrapassou R$ 800 mil para viabilizar contratações artísticas e estruturas em diversas regiões administrativas. Além disso, segundo o órgão, R$ 1,5 milhão em estrutura foram disponibilizados para 47 blocos de rua, por meio da Lei de Incentivo à Cultura (LIC)."Entendendo a relevância de se garantir um Carnaval público, democrático e seguro, providenciaremos toda a estrutura e apoio aos blocos de rua por meio de investimento direto. O valor será deliberado após reuniões estratégicas nas próximas semanas", afirmou nota enviada pela secretaria de Cultura.


Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.