Publicidade

Estado de Minas

Motorista sem CNH é flagrado pela PM com nove passageiros

Multas ultrapassam valor de mais de R$ 2 mil. Além do flagra, veículo estava com o licenciamento vencido há sete anos


postado em 29/12/2017 20:01 / atualizado em 29/12/2017 20:01

Automóvel foi encaminhado para um depósito Detran-DF na manhã desta sexta(foto: Divulgação/PMDF)
Automóvel foi encaminhado para um depósito Detran-DF na manhã desta sexta (foto: Divulgação/PMDF)


Um homem sem habilitação foi flagrado por policiais militares ao transportar nove pessoas em um carro na manhã desta sexta-feira (29/12). O veículo possui capacidade para somente cinco pessoas. A abordagem aconteceu na DF-003, na altura do Shopping Popular. 


Além do flagra, a Polícia Militar descobriu que o carro, modelo Santana VW, estava com o licenciamento vencido há sete anos. Segundo informações preliminares da corporação, o motorista acabou sendo autuado por condução de veículo não licenciado, dirigir sem portar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), transitar com lotação excessiva e com passageiro sem utilizar cinto de segurança.

Somadas, as multas passam de R$ 2 mil. A PM informou, ainda, que o carro foi encaminhado para um depósito do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF). Até a última atualização desta reportagem, não houve a confirmação de proximidade e parentesco entre o motorista e os passageiros. 

Segundo o diretor do Detran, Silvain Fonseca, flagras como esse são mais comuns durante a madrugada ou na saída de clubes. Entretanto, com a aproximação da virada do ano, casos como esse podem tornar-se mais comuns. “No fim de semana também é bastante comum. Normalmente, as pessoas acham que, por possivelmente tratar-se de uma viagem rápida, atos como esse são possíveis”, pontuou o diretor. 

Riscos de acidentes


Ainda de acordo com diretor Silvain Fonseca, tal ato pode resultar em um acidente grave. Há nove meses, por exemplo, um jovem de 18 anos morreu após sofrer um grave acidente de carro com um grupo de amigos, na 601 Norte, a caminho de uma festa na Universidade de Brasília (UnB). 

Na ocasião, o motorista, um rapaz de 20 anos, levava oito passageiros. Além disso, por conta do excesso de pessoas, duas mulheres foram encontradas no porta-malas do veículo. “É um risco enorme. As pessoas que estão sem o cinto, além de serem projetadas, pode até matar os outros passageiros por causa do impacto. O motorista é o responsável por tudo isso”, explicou o diretor-geral. 

Apesar do flagra, Silvain confirma que o número de mortes no trânsito diminuiu em comparação ao ano passado. “De janeiro a 10 de dezembro de 2017, 126 mortes a menos de acordo com o mesmo período de 2016. Isso é um avanço”, concluiu. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade