Vídeo mostra momento em que mulher é atacada na 408 Sul

O crime aconteceu às 21h23 desta segunda-feira. A vítima, que reagiu às agressões, levou um tiro no peito e está internada no Hospital de Base

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/01/2018 11:42 / atualizado em 09/01/2018 14:59

 

 

Um vídeo feito pelo circuito de segurança de um prédio residencial na 408 Sul mostra o momento em que a vítima é abordada e baleada e a fuga do criminoso em seguida. O crime aconteceu às 21h23 desta segunda-feira (8/1). Ieda Maria Neiva Rizzo, de 44 anos, reagiu ao ataque, que aconteceu em um estacionamento entre os Blocos A e B e acabou gravemente ferida.

 

Leia as últimas notícias do Distrito Federal

 

Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel Urbano (Samu) disseram que a vítima disse ter sofrido uma tentativa de estupro, mas, na tarde de terça-feira, a Polícia Civil disse descartar essa possibilidade e trabalha com a hipótese de tentativa de latrocìnio (matar para roubar). Veja o que já se sabe sobre o caso. 

 

O vídeo tem duração de 1 minuto e 39 segundos e, aos 26 segundos, é possível verum homem de blusa preta e boné passar em frente à câmera, em direção ao prédio do outro lado do estacionamento. Apenas 8 segundos depois, os faróis do carro da vítima piscam e, na sequência, no canto superior esquerdo da tela, é possível ver uma pessoa, aparentemente do sexo feminino, debaixo do bloco para onde o primeiro homem havia seguido. 

 

Aos 51 segundos, a vítima se aproxima do carro. É possível vê-la embaixo de uma árvore, próximo ao centro da tela e, em seguida, o agressor aparece vindo do lado esquerdo, próximo aos carros do prédio que a mulher saiu. Ela entra no carro, a luz do veículo acende, ela corre pelo mesmo percurso e é possível ver uma agitação dentro do veículo, semelhante a uma luta.


A agitação é rápida. Dura cerca de três segundos e, em seguida, a mulher deixa o local. O homem ainda a persegue. Porém, aos 1 minuto e 16 segundo de filmagem, ele retorna, passa pelo outro lado do carro de Ieda e, novamente, sob o piloti do bloco em que a câmera está instalada. Ele desaparece do lado direito da tela e, do lado esquerdo, é possível ver a vítima prostrada, mas ainda caminhando, próximo aos carros do outro edifício. Ela desaparece entre os veículos.

 

 

Socorro

Homens do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) socorreram a mulher. De acordo com informações da Polícia Militar, na ambulância, ela ainda teve forças para relatar o ocorrido. Os paramédicos a levaram para o Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF).


Na unidade, médicos constataram que o tiro não acertou o coração. Apesar disso,  ela passou por uma cirurgia para colocar um dreno no pulmão, que foi perfurado pelo projétil. Os suspeitos ainda não foram localizados.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.