Publicidade

Estado de Minas

Mesmo com veranico, sobe volume de água nos reservatórios do DF

Sem registrar chuva há uma semana, o DF deve conviver com o forte calor ao menos até quinta-feira. Descoberto ultrapassou os 40%, índice que não alcançava desde julho


postado em 22/01/2018 06:00 / atualizado em 22/01/2018 14:03

Muitos brasilienses procuraram o Lago Paranoá para se refrescar no domingo, que marcou até 29,9ºC(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)
Muitos brasilienses procuraram o Lago Paranoá para se refrescar no domingo, que marcou até 29,9ºC (foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)

O sol e o calor devem marcar o início da semana no Distrito Federal, assim como foram os últimos seis dias. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) confirma o que se sente nas ruas: a temperatura deve ultrapassar os 32°C nesta semana. Há previsão de chuva apenas para quinta-feira. Ontem, os termômetros marcaram 29,9ºC, a temperatura mais alta registrada em 2018. A umidade relativa do ar variou entre 85% e 30%.

“Estamos vivendo um veranico. É pouco frequente no verão, mas acontece. A temperatura está alta, a nossa média é de 27ºC”, explicou o meteorologista Luiz Cavalcante, do Inmet. Mesmo sem chuvas, os dois maiores reservatórios de água do DF apresentaram alta nos volumes. A barragem do Descoberto ultrapassou os 40%. O índice não era alcançado desde julho de 2017. Já a de Santa Maria chegou a 33,5%, maior nível desde setembro. O alívio, destaca a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento (Adasa), se deve ao funcionamento de sistemas de abastecimento alternativos, como o Bananal.

O calor fez com que o brasiliense saísse de casa ontem. Espaços como o Parque da Cidade, a orla do Lago Paranoá e a Água Mineral ficaram cheios. O Parque das Garças, as proximidades da ponte JK e a Ermida Dom Bosco são alguns dos lugares que mais abrigaram os moradores que aproveitaram o domingo de sol. Passaram por lá quase cinco mil pessoas ao longo do dia.

Entre toda essa gente estavam a atendente de ouvidoria Carliane de Oliveira, 31 anos, e a amiga Elielba Martins, 33. Elas encontraram um espaço para ocupar no fim da manhã e, às 16h, ainda se refrescavam com os mergulhos no lago. David, 1 ano, filho de Carliane, também aproveitou. “Esta é a primeira vez que o deixo entrar no lago. Ele está adorando a água”, ressaltou a mãe.
 
Ver galeria . 7 Fotos Antonio Cunha/Esp.CB/D.A Press
(foto: Antonio Cunha/Esp.CB/D.A Press )
 

Entre amigos


Um grupo de amigos de Sobradinho preferiu encontrar um espaço para estender as cangas bem próximo ao lago. Os estudantes Jhony David, 21, e Irla Lopes, 16, a bancária Adriana Pereira, 25, e a atendente de telemarketing Ana Lúcia Alves, 26, costumam se reunir para sair durante a noite, no entanto, as altas temperaturas de domingo incentivaram o grupo a criar um programa diferente.

Diferentemente das festas e dos bares que costumam frequentar, eles chegaram à Ermida por volta das 14h, para fugir do calor. Contaram que outra parada obrigatória em dias quentes costuma ser a Prainha. “Já mergulhei bastante e tomei muito sol”, destacou Johny.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade