Publicidade

Estado de Minas

Bicho-preguiça para estrada do aeroporto e causa engarrafamento

O fato inusitado registrado por volta das 17h10 desta quinta-feira (25/1) também resultou em reflexos no trânsito do Eixão Sul


postado em 25/01/2018 18:30 / atualizado em 25/01/2018 21:54

Agentes do Detran-DF retiraram o bicho-preguiça da rodovia. Em seguida, o animal foi solto em uma área de mata da região(foto: Detran-DF/ divulgação)
Agentes do Detran-DF retiraram o bicho-preguiça da rodovia. Em seguida, o animal foi solto em uma área de mata da região (foto: Detran-DF/ divulgação)

Motoristas enfrentaram congestionamento de pelo menos 40 minutos na Estrada Parque Aeroporto (EPAR) no fim da tarde desta quinta-feira (25/1). O motivo foi um bicho-preguiça que invadiu a via e permaneceu parado em uma das faixas. Com isso, os carros transitaram a menos de 40 km/h. Os reflexos da interdição da rodovia pelo bichano chegaram ao Eixão Sul, que registrou lentidão na altura da 116 Sul. 

Leia as últimas notícias de Brasília


O fato curioso foi registrado por volta das 17h10. Uma equipe da Unidade de Operação Aéreas do Departamento de Trânsito (Detran-DF) seguia para o hangar do aeroporto, quando se deparou com a situação. "No fim do Eixão percebemos que o trânsito estava mais lento que o normal, quando chegamos perto vimos que uma faixa estava totalmente parada por causa do bicho-preguiça", lembra o agente Mario César Mariones.

Logo em seguida, a equipe fez a sinalização da rodovia e retirou o animal do local. Ali perto há uma área de mata, de onde provavelmente o bicho saiu na tentativa de passar para o outro lado da via. "Alguns motoristas tinham parado também para tentar ajudar e isso resultou no engarrafamento", conta o agente.

Com a retirada do animal, todas as faixas da via foram liberadas para circulação de carro. O Batalhão de Polícia Ambiental foi chamado e verificou que o bicho-preguiça não tinha nenhum ferimento. Depois disso, ele foi solto em uma mata da região.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade