Publicidade

Estado de Minas

Fevereiro começa com tempo nublado e pancadas de chuva no Distrito Federal

Tendência é de tempo chuvoso ao longo de todo o mês, inclusive durante o carnaval. Reservatórios chegam ao segundo mês com níveis satisfatórios


postado em 01/02/2018 08:15 / atualizado em 01/02/2018 08:27

Tempo vai ficar nublado durante todo o dia, com pancadas de chuva e trovoadas(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
Tempo vai ficar nublado durante todo o dia, com pancadas de chuva e trovoadas (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)

 

Fevereiro começou com chuva para o brasiliense. Ao amanhecer desta quinta-feira (1°/2), chovia na maior parte do Distrito Federal, que chegou a registrar pontos de alagamento em algumas pistas. De acordo com previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o tempo deve se manter nublado e encoberto ao longo do dia. O sol só deve aparecer entre nuvens no fim desta manhã.

 
 
Mesmo com nuvens e pancadas de chuva, o calor abafado deve continuar. A previsão é de temperaturas máximas de até 28°C, o normal para a estação. A umidade se mantém entre 95% e 50%.
 

Fevereiro será chuvoso, prevê Inmet 


Após um janeiro com chuvas abaixo da média, o Inmet prevê um fevereiro bastante chuvoso. "Não há previsão de outro veranico como o que tivemos no mês passado", indica o meteorologista Mamedes Luiz Melo.
 
Assim, o brasiliense deve se preparar para um carnaval chuvoso. Segundo Melo, a tendência é de que o tempo se mantenha fechado nos quatro dias de folia no Distrito Federal.
 

Reservatórios encerram janeiro acima da meta


O veranico em meados do mês passado não impediu que os dois principais reservatórios do Distrito Federal mantivessem a tendência de alta iniciada há quase três meses. Não houve queda nos índices em nenhum dia de 2018 até agora.
 
A barragem do Descoberto encerrou janeiro com volume útil de 42,6%, aumento de 12,5 pontos percentuais em um mês. Assim, o nível ultrapassou, com folga, o valor de referência para o mês: 15%. A meta da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal é que o reservatório chegue à seca com 50% da capacidade.
 
O Santa Maria, por outro lado, cresceu em ritmo mais lento. Em 31 dias, o volume subiu de 30,1% para 35,2%, aumento bastante tímido em comparação com o outro reservatório. Ainda assim, a barragem no Parque Nacional de Brasília encerrou o mês acima da meta, que era de 28%. 
 
Confira aqui as cidades afetadas pelo racionamento nesta quinta-feira. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade