Publicidade

Estado de Minas

Trânsito é intenso no centro de Brasília após interdição em viaduto

A interdição do Eixo Sul fez com que as vias de acesso ao Plano Piloto ficassem com o tráfego pesado, causando lentidão


postado em 08/02/2018 08:36 / atualizado em 08/02/2018 11:30

O trânsito também é intenso na via S1 do Eixo Monumental(foto: Ed Alves/CB/DA Press)
O trânsito também é intenso na via S1 do Eixo Monumental (foto: Ed Alves/CB/DA Press)

Com a interdição do Eixão Sul, por causa do desabamento do viaduto na Galeria dos Estados nessa segunda-feira (5/2), as vias de acesso ao Plano Piloto seguem com fluxo intenso de veículos na manhã desta quinta-feira (8/2). Ainda não há previsão para desobstrução da via interditada, onde, segundo o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER), passavam cerca de 100 mil veículos por dia. 

 

As vias W3 e L2 sul apresentam fluxo lento. Muitos motoristas optaram por essas vias alternativas para fugir dos Eixos W e L, que também apresentam congestionamentos. A Estrada Parque Taguatinga (EPTG) também apresenta lentidão, o engarrafamento começa na altura da Companhia Energética de Brasília (CEB), até a Estrada Parque Indústrias Gráficas (EPIG). 

 

A situação no Setor Policial Sul não é diferente. O local está congestionado da altura da W3 Sul até a Octogonal. Os motoristas que tentam acessar essas vias pela Epia Sul também sofrem com a lentidão no fluxo de veículos. O tráfego também é intenso na via S1 do Eixo Monumental.

As tesourinhas das quadras da Asa Sul também estão congestionadas. Alguns motoristas tentam desviar o caminho do Eixo Leste e ir para a W3 Sul ou L2 Sul. O maior número de veículos está na altura das quadras 2, 3 e 4, mas a lentidão no Eixo L vai da Quadra 207 até a Rodoviária do Plano Piloto. 

 

 

O analista de sistemas João Batista de Barros, 59 anos, trabalha e mora no Plano Piloto. De acordo com ele, os congestionamentos estão mais frequentes após a interdição do Eixo Sul. "É notório como as vias estão mais lotadas. Ontem foi um caos para voltar para casa e a tendência é piorar", comenta. João tentou pegar caminhos alternativos para ir ao serviço, mas não conseguiu fugir dos enfardamentos. "Todos estão tentando fazer uma rota alternativa. Porém, o trânsito é como se fosse um rio, se bloquearmos um lugar, o fluxo vai para outros", diz.  

 

Volta para casa 

 

No fim da tarde desta quarta-feira (7/2), os brasilienses enfrentaram o caos no trânsito para chegar em casa. A interdição do Eixo Sul somada à intensa chuva, causaram um nó mas vias da capital. Os usuários do transporte público também foram prejudicados.

 

A circulação de pessoas foi maior do que o normal nas estações da Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF). Os ônibus que saíam da Rodoviária do Plano Piloto também enfrentaram dificuldade, por conta do grande congestionamento que se formou no local. 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade