Jornal Correio Braziliense

Menor é apreendido com granada, e PM chama Esquadrão de Bombas

Segundo a polícia, granada estava carregada. Além da bomba, os militares apreenderam uma pistola, munições e mais de R$ 10 mil

Lucas Vidigal - Especial para o Correio
"Poderia ter causado uma grande tragédia", afirmou o porta-voz da Polícia Militar - Foto: Divulgação/PMDF
 
A Polícia Militar apreendeu um menor de idade de 17 anos que estava em posse de uma granada na tarde desta sexta-feira (9/2), na QNN 3, em Ceilândia. Segundo o porta-voz da corporação, major Michello Bueno, a bomba estava carregada "e poderia ter causado uma tragédia".

Os policiais do Esquadrão de Bombas do Batalhão de Operações Especiais (Bope) tiveram que isolar a área para detonar a bomba. Eles usaram traje especial para evitar ferimentos.
 
De acordo com relato da PM, o rapaz caiu do telhado ao tentar fugir da abordagem dos policiais. Ele estava com outras quatro pessoas, que conseguiram fugir. A equipe especializada da PMDF fez a detonação do artefato explosivo na QNN 3/5, em Ceilândia.
 

Arma, munições, drogas e mais de R$ 10 mil 


A PM informou, ainda, que os militares apreenderam uma pistola calibre 380 com 30 balas, um quilo de crack, 500 gramas de maconha, uma balança de precisão e R$ 10,8 mil. 

O jovem de 17 anos foi conduzido à Delegacia da Criança e do Adolescente II (DCA), em Taguatinga.  Outros quatro suspeitos continuam foragidos, afirma a Polícia Militar.