Publicidade

Estado de Minas

Rodovias do DF registram uma morte durante carnaval; em 2017, foram nove

Operação da PRF durante o carnaval flagrou 37 motoristas conduzindo embriagados e registrou mais de 4 mil infrações


postado em 15/02/2018 12:12 / atualizado em 15/02/2018 13:37

A BR-040 foi uma das rodovias que contou com fiscalização para inibir ultrapassagens indevidas(foto: PRF/Divulgação)
A BR-040 foi uma das rodovias que contou com fiscalização para inibir ultrapassagens indevidas (foto: PRF/Divulgação)
 
 
O carnaval deste ano registrou apenas uma morte devido a acidentes nas rodovias próximas ou dentro do Distrito Federal, divulgou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta quinta-feira (15/2). O resultado é significativamente melhor que o observado no período de folia do ano passado, quando houve nove mortes (redução de 89% de 2017 para 2018). O óbito deste ano aconteceu na BR-050, próximo a Cristalina (GO). 

A Operação Carnaval da PRF começou na sexta-feira 9 de fevereiro e teve fim na noite da quarta-feira passada (14/2). Durante o período, houve a abordagem de 37 motoristas que dirigiam embriagados. Sete deles foram encaminhados à delegacia por apresentarem índice etílico superior a 0,33 miligramas por litro de ar expelido pelos pulmões, índice considerado criminoso. 

Também houve a autuação de 53 pessoas que não utilizavam o cinto de segurança e 186 condutores por ultrapassagem indevida. A corporação flagrou mais de 3,2 mil veículos que trafegavam com velocidade superior à permitida pelas vias, principalmente nas BRs 060 e 070. Em relação ao transporte de crianças sem os equipamentos necessários, foram 21 pessoas abordadas.

Com um total de 4.277 infrações, os números indicam uma média de 712 autuações em cada dia da ação.
 

Ultrapassagem quase causa tragédia


O feriado do carnaval foi marcado ainda pela imprudência de um motorista que guiava uma camionete Amarok branca e, ao fazer uma ultrapassagem proibida, quase provou uma tragédia na BR-040.

A cena, filmade de um carro que estava na rodovia naquele momento (veja abaixo), mostra como a camionete ultrapassa pela contramão um caminhão e força um carro que vinha no sentido contrário a desviar para o acostamento. Ao fazer essa manobra, o motorista do carro, um Siena cinza, perdeu o controle da direção batendo em outros dois veículos. Uma mulher ficou levemente ferida e não houve mortos.

O motorista da Amarok foi embora sem prestar socorro. De acordo com a PRF a placa do véiculo que fez a ultrapassagem proibida é de Brasília.
 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade