Cerveja já era produzida há 5 mil anos na China

Ao realizar a análise de resíduos dos artefatos encontrados, os pesquisadores encontraram resquícios de grãos usados para a produção de cerveja, como cevada, amido e tubérculos.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/06/2016 06:02

Pesquisadores encontraram, no norte da China, artefatos arqueológicos que ajudam a contar a história da produção da cerveja. Os cientistas descobriram as peças em dois poços localizados no sítio arqueológico de Mijaya, próximo ao Rio Wei. Restos de panelas, funis e outros instrumentos com resquícios de grãos usados na produção da bebida apontam que a receita da cerveja é mais antiga do que se imaginava.

“Na China, o registro mais antigo da cerveja aparece em inscrições da dinastia Shang, de 1250a.C. a 1046a.C. Nosso achado é anterior à evidência textual, em cerca de 2 mil anos”, afirmou ao Correio Jiajing Wang, pesquisadora da Universidade de Stanford (EUA) e uma das autoras do estudo, recentemente publicado na revista especializada Proceedings of the National Academy of Sciences (Pnas).

Leia mais em Ciência e Saúde

As cerâmicas analisadas foram descobertas entre 2004 e 2006. Em 2012, pesquisadores que leram os relatórios das escavações no sítio arqueológico apontaram a possibilidade de que as peças tivessem servido à produção da bebida alcoólica, pois entre elas havia vasos de cerâmica Yangshao. “Alguns estudiosos chineses vinham sugerindo que os funis Yangshao foram utilizados para tomar álcool, mas eram apenas especulações e não havia nenhuma evidência direta”, conta Jiajing.

Ao realizar a análise de resíduos dos artefatos encontrados, os pesquisadores encontraram resquícios de grãos usados para a produção de cerveja, como cevada, amido e tubérculos. “Muitos grãos de amido são danificados na produção, e os padrões correspondem precisamente às alterações morfológicas desenvolvidas durante a maltagem”, detalha a cientista. As conclusões apontam, então, que a produção de cerveja já ocorria entre 3400a.C e 2900a.C.

Os pesquisadores pretendem dar continuidade ao estudo, analisando mais artefatos. “Estamos recolhendo amostras de outros resíduos, a fim de investigar quando a produção de álcool começou na China, quais tecnologias eram utilizadas e como as pessoas consumiam álcool. Queremos explorar como a produção etílica está relacionada às práticas rituais. É possível que a produção e o consumo de álcool tenham desempenhado um papel importante na formação da civilização chinesa”, afirma a autora.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.