Esponja é o objeto mais contaminado da cozinha; veja dicas de limpeza

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/07/2016 18:14

Candura/Reprodução Internet

 

A esponja é o objeto mais contaminado da cozinha, segundo o biomédico e microbiologista Roberto Figueiredo, conhecido como Dr. Bactéria. Por isso, cuidar da higiene da pia e da esponja é algo essencial para garantir a saúde da casa. Utilizar corretamente a esponja de lavar louça é o primeiro passo para evitar esse tipo de situação:

» Esponja seca sempre: Depois da lavagem da louça, é bom enxaguar bem a esponja em água corrente até parar de sair espuma. Retirada toda a espuma, é hora de torcer bem a esponja e guardá-la em local seco, de forma que permita escorrer o resto da água.

Leia mais notícias em Ciência e Saúde

» Sabão nunca: O recomendável é somente detergente na esponja e nunca sabão (líquido ou em pedra), pois esse tipo de produto não apresenta características bactericidas e pode levar germes para a esponja e, consequentemente, para as louças.


» Fique atento às novidades: O mercado já disponibiliza esponjas com tecnologia que não permite a proliferação de bactérias.

» Desinfecção diária: Para desinfetar as esponjas tradicionais, o que deve ser feito uma vez ao dia, o microbiologista cita três métodos acessíveis. O primeiro é lavar a esponja, embrulhar em um papel toalha, colocar em um pires e levar ao micro-ondas por um a dois minutos. Outra opção é lavar a esponja e deixá-la submersa em um recipiente com água fervendo por três minutos. O terceiro é imergir a esponja em uma solução de duas colheres de sopa de água sanitária mais 1 litro de água, por 10 minutos.

» Apenas uma semana: Independentemente da marca ou tecnologia, a vida útil da esponja doméstica é de uma semana. Portanto, depois desse período, a esponja deve ser descartada.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.